Equipe
Rádio Nocaute

Rádio Nocaute

Tite é o novo técnico da seleção brasileira. Treinador mais vitorioso da história do Corinthians e nome quase unânime entre torcedores brasileiros, ele foi confirmado como novo treinador da seleção até o final da Copa do Mundo da Rússia, em 2018. Publicidade O novo comandante da seleção tem 55 anos e chega ao time nacional como um dos preferidos pela maioria dos torcedores. Na terça-feira, ele se reuniu com o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, e após quase três horas de reunião deixou para dar a resposta à entidade nesta quarta-feira. "Tite a partir deste momento não trabalha mais conosco. Ele aceitou o convite da CBF. Hoje à tarde foi o último treino dele. No jogo de quinta e amanhã ele não dirige mais o time. Junto com ele sai Cleber Xavier, Matheus e Edu Gaspar", explicou o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade. Assim, junto com o Tite, também vão para a seleção seus auxiliares e o gerente de futebol do clube. A confirmação veio após o técnico se reunir com a diretoria do Corinthians durante a tarde desta quarta-feira, pouco mais de 12 horas após conversar com Del Nero no Rio. A confirmação de Tite veio um dia após a CBF implodir toda a comissão técnica da seleção. Às 15 horas de terça-feira, a entidade anunciara que o técnico Dunga, o coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, e toda a comissão técnica estavam dispensados. Não havia multa contratual que impedisse o acerto com a CBF e o Corinthians também não dificultou a saída do treinador mais vitorioso de sua história. O clube já analisa nomes para substituí-lo. Tite, que já rejeitara um convite, entende que este é o seu momento de assumir a seleção. Ele considera que o Campeonato Brasileiro está apenas começando e que não prejudica o clube ao aceitar comandar a seleção. Em 2015, porém, ele assinou um manifesto pedindo a renúncia de Del Nero da presidente da CBF. Esse manifesto havia sido organizado pelo movimento Bom Senso FC. Tite é natural de Caxias do Sul e tem um vasto currículo. Após pendurar as chuteiras em 1989, pelo Guarani, o ex-volante iniciou a carreira de técnico no Guarany de Garibaldi, em 1990, e não parou mais. Passou por Caxias (1991/1992), Veranópolis (1992/95), Ypiranga de Erechim (1996/97), Juventude (1997/98), Caxias (1999/2000), Grêmio (2001/2003), São Caetano (2003/2004), Corinthians (2004/2005), Atlético MG (2005), Palmeiras (2006), Al Ain (2007), Internacional (2008/2009), Al Wahda (2010) e Corinthians (2010 a 2013 e de 2015 até agora). Seus principais títulos foram os seguintes: Mundial de Clubes (2012), Copa Libertadores (2012), Copa do Brasil (2001), Campeonato Brasileiro (2011 e 15), Campeonato Gaúcho (2000, 2001 e 2009), Campeonato Paulista (2013), Copa Sul-Americana (2008), Recopa Sul-Americana (2013) e Copa Suruga (2009).

 

Fonte: IG

Quarta, 15 Junho 2016 18:19

Promoção

Promoção Aparelho Premiado Deseja ganhar um  smartphone?  Basta instalar o aplicativo da Rádio Nocaute no seu aparelho  e, assim você estará concorrendo todo último dia de cada mês. Não perca tempo! Instale agora o nosso aplicativo em seu aparelho e boa sorte.

 

Está no ar uma mega promoção destinadas aos ouvintes da Rádio Nocaute. Trata-se da promoção " aparelho premiado ". Para participar basta instalar o aplicativo da Rádio Nocaute no seu aparelho. Voce terá a nossa programação gratuíta em seu smartphone ou tablet. O aplicativo da Rádio Nocaute é  gratuíto  100% interativo e, além de ouvir nossa programação 24 horas por dia e poder interagir conosco, você ainda concorre todo último dia de cada mês a um aparelho  smartphone. Quanto mais  você  ouvir nossa Rádio em seu aparelho através do nosso aplicativo, muito mais chances  terá de ganhar pois, o próprio aplicativo instalado em seu aparelho nos mostrará quantas horas você ouviu a nossa Rádio através do nosso aplicativo ao longo do mês. O Próprio aplicativo nos mostrará o aparelho cujo aplicativo instalado foi mais utilizado para ouvir a nossa Rádio ao longo daquele determinado mês e, neste caso premiaremos este aparelho. Não perca tempo! Instale agora o aplicativo da Rádio Nocaute no seu aparelho . É rápido, dura menos que 06 segundos e é de graça.

 

Plataforma  Andróid                           Plataforma  iOS

 

Sexta, 03 Junho 2016 16:38

Itamar Santos

FUNÇÃO: Locutor / Diretor
PROGRAMAS:  Manhã Total e Paradão Sertanejo

Sexta, 03 Junho 2016 16:36

Diego Soares

FUNÇÃO: Locutor
PROGRAMAS: Canta  Brasil + Parada Mix

Segunda, 30 Maio 2016 15:45

10 - Di Paulo e Paulino

 A música entrou na vida dos mineiros Di Paullo & Paulino quase que por acaso. Para agradar o pai que tinha uma coleção de instrumentos musicais, os irmãos aprenderam a tocar seguindo a aptidão e a sensibilidade. O que começou como brincadeira foi se tornando cada vez mais profissional. Com o incentivo da família, eles começaram a se apresentar nos circos das cidades vizinhas. Aos poucos, eles foram conquistando todo o interior de Minas Gerais. O sucesso era tanto que entre 1973 e 1975, já haviam gravado 3 discos, em uma época que a música sertaneja ainda sofria discriminação. Em 1976, durante uma apresentação da qual o pai os acompanhava, ao avistarem o trem de ferro com destino a Goiânia, partiram rumo ao desconhecido. Na nova cidade, começaram a se apresentar em festas agropecuárias, exposições e programas de auditório. Após o sucesso de uma participação em um programa de rádio, Di Paullo e Paulino conquistaram cadeira cativa na atração e ainda arranjaram tempo para afinar os instrumentos dos músicos principiantes da época. Foi nesse período que conheceram os irmãos Leandro & Leonardo e Zezé Di Camargo & Luciano, de quem são amigos e nutrem muita admiração até hoje. Na década de 80, lançaram o quarto disco, Cama Triste (1980), o quinto trabalho todo instrumental chamado Solo de Viola (1982). Em seguida veio É Amor (1987) onde a música Passarinho do Sertão teve grande repercussão. Depois disso vieram os discos Presente de Natal (1990) e Onde Anda Você (1996), que projetaram ainda mais a dupla no centro–norte do país. Com o tempo, Goiânia começou a ficar pequena diante do potencial de Di Paullo & Paulino. Para se aprimorar, Di Paullo & Paulino começaram a pesquisar diferentes sons, novas harmonias e arranjos. Essa pesquisa culminou no álbum Tô Por Aí (2000), o mais maduro e completo da dupla. A música título do disco foi uma das mais executadas nas rádios, de norte a sul do país, conquistando fãs apaixonados que os acompanham por shows em todo o Brasil. Em 2002, os irmãos decidiram presentear os fãs com o CD ao vivo Só Modão, onde destacaram as músicas “Amor de Primavera”, “Onde Anda Você”, e as regravações “Telefone Mudo”, “Sonhei com Você”, “Barco de Pape”l, “Ainda Ontem Chorei de Saudade”, “Ilusão Perdida” dentre outras. Em 2004, a dupla lança seu décimo trabalho chamado O Coração Chora, com destaques para as músicas “O Que é Que Eu Sou Sem Você”, “Coração Chora” e “Nada Mudou”. Em 2005, a dupla dá seqüência ao projeto de recordar grandes sucessos das décadas de 70 e 80 e lança Di Paullo e Paulino Ao Vivo, gravado em Uberlândia, Minas Gerais. Em 2007 o álbum Hora Certa, mostra um repertório praticamente inédito, com canções românticas e dançantes, com destaque para as faixas “A Linguaruda” (Nilton Lamas), “Um Outro Alguém”, “Tô Sabendo”, “É Segredo”, e “Hora Certa”, escolhida como música de trabalho. Gravado no Atlanta Music Hall em Goiânia, o primeiro DVD da dupla contou com a presença vibrante de um público de aproximadamente 6.500 pessoas. Lançado em 2009, a gravação, além de todos os sucessos da carreira, registra uma homenagem aos pais, Sr. Luiz e Sra Luiza, que foram os primeiros incentivadores da dupla. Conta também com a participação especial de Gino e Geno no hit “Amor de Primavera”. Em 2013, Di Paullo & Paulino passam a fazer parte do casting da Som Livre, com o lançamento do box “Amor de Primavera”, reunindo seus maiores sucessos. Di Paullo e Paulino têm no repertório, o diferencial mais importante dos seus discos, privilegiando a qualidade, a intuição e o bom gosto na concepção dos arranjos, o que pode ser conferido no novo DVD “Não Desista”, gravado em Goiânia e que a Som Livre acaba de lançar. Para 2016, Os “Cowboys da Viola” continuam rodando o Brasil, encantando plateias, com seu carisma e sua toada de amor!

Segunda, 30 Maio 2016 15:45

9 - Eduardo Costa

Edson Vander da Costa Batista nasceu em Abre Campo, Minas Gerais, em família muito simples. Não se deixou intimidar pela vida sofrida que levava e, aos doze anos de idade, saiu de casa em busca de seus sonhos: tornar-se um cantor da música sertaneja e melhorar as condições de vida de sua família. Morou em diferentes lugares, dentre eles, no interior dos estados de Minas Gerais, Goiás e São Paulo. Eduardo Costa declara que é o único artista que veio do povo para a midia, enquanto todos os outros foram da midia para o povo. Além de cantor, Eduardo Costa é compositor e se auto declara um multi-instrumentista. Toca viola, se exibindo fazendo malabarismos com o instrumento, tocando-o entre as pernas, nas costas, com um copo de cachaça entre outras formas inusitadas. Suas maiores inspirações são Barrerito do Trio Parada Dura - do qual é fã - e também os artistas Gino e Geno, Chitãozinho e Xororó, Teodoro e Sampaio, Irmãs Freitas, Milionário e José Rico, Tião Carreiro e Pardinho, Liu e Léu, André e Andrade, e da dupla Zezé di Camargo e Luciano.

Com a carreira em ascensão, o artista lançou seu primeiro DVD/CD pela Universal Music gravado em novembro de 2006 em Belo Horizonte/MG. A música de trabalho "Me Apaixonei" foi sucesso em todo Brasil. O álbum vendeu mais de 500 mil cópias.

No dia 2 outubro de 2010 Eduardo Costa gravou seu segundo DVD "De Pele, Alma e Coração - Ao Vivo " no Credicard Hall em São Paulo. O trabalho foi lançado em 24 de fevereiro de 2011[4] [5] pela gravadora Sony Music. O DVD contou com as partipações de Belo, Paula Fernandes e a dupla Alex & Konrado. A música "Quem É" foi um dos singles mais tocados no primeiro semestre de 2011.

Segunda, 30 Maio 2016 15:44

8 - Trio Parada Dura

Quem nunca se pegou cantarolando os versos de “As Andorinhas” e “Telefone Mudo”? Você pode não associar as músicas ao título, mas é fato que “as andorinhas voltaram e eu também voltei...” e “eu quero que risque o meu nome da sua agenda, esqueça o meu telefone, não me ligue mais...” fazem parte da trilha sonora da nova geração que curte sertanejo, tanto quanto dos antigos admiradores. Os donos desses clássicos são mais que referência para toda uma safra de artistas que têm perpetuado o gênero. Estamos falando, claro, do Trio Parada Dura, que faz parte do cenário sertanejo nacional desde 1973, recebendo, ao longo de sua carreira, dez discos de ouro, três de platina e um de diamante. O Trio construiu sua personalidade sobre uma base que conta com letras irreverentes, músicas de enorme apelo popular e um nível de produção surpreendente que marcaram a carreira desses grandes artistas. Uma aceitação extremamente positiva do público, construindo assim, de forma definitiva, a identidade do grupo. Músicas como “As Andorinhas”, “Telefone Mudo” e “Blusa Vermelha” caíram no gosto popular e fizeram com que o grupo alcançasse ótimas vendagens. Ao longo dos anos, o Trio Parada Dura passou por algumas reformulações, mas sempre manteve suas raízes centradas na boa e velha música sertaneja. Atualmente, Creone, o mais velho integrante com a segunda voz mais conhecida do Brasil, canta com o Parrerito, irmão do falecido Barrerito e os dois dividem o palco com o sanfoneiro mais “xonado” do Brasil que é o Carlos Resende. Com essa formação atual, - Creone, Parrerito e Xonadão - são sete CDs e dois DVDs. No penúltimo DVD, que na verdade é um Box intitulado “Nossa Estrada”, já com distribuição nacional pela Som Livre, o Trio conquistou mais uma vez um disco de platina e um DVD de ouro, ficando durante um bom tempo no ranking dos mais vendidos da gravadora. Agora, com uma superprodução na gravação do DVD de 40 anos em Goiânia, também com a assinatura da Som Livre, onde receberam no palco os amigos Leonardo, Bruno & Marrone, Cristiano Araújo, Di Paulo & Paulino, Eduardo Costa, Cesar Menotti & Fabiano e Adair Cardoso, os baluartes da música sertaneja seguem viagem com a “Turnê 40 Anos” intitulada “Trio Parada Dura - Creone, Parrerito e Xonadão – O Trio do Brasil”, levando alegria e boa música aos quatro cantos deste país e também fora dele!

 

Segunda, 30 Maio 2016 15:42

7 - Matheus e Kauan

A história da música na vida da dupla Matheus e Kauan começou oficialmente em 2011, quando foram apresentados no palco principal do Festival Caldas Country tocando músicas autorais e o tema da festa composto pela dupla especialmente para o evento.

Mas os irmãos nascidos na cidade de Itapuranga, interior de Goiás, conheceram o gosto de cantar muito cedo. Kauan o primogênito da família, com apenas cinco anos, chamava a atenção e emocionava a todos na igreja que frequentava, quando cantava junto com seu pai a canção “Soldado Ferido”.

Com esse dom para cantar sua mãe – Sirlene Aleixo- decidiu levá-lo para participar de festivais de música na cidade e na região. Passavam os anos, e o resultado dos festivais sempre era o primeiro lugar para orgulho da família. Matheus era apenas um bebe de três anos, mas já observava o irmão cantando em casa o tempo todo.

Nessa época o pai da dupla veio a falecer, abalando a estrutura familiar, mas os unindo ainda mais para o sonho da música prevalecer. Foi quando a mãe decidiu juntar suas economias para o filho Kauan na época com 10 anos, gravar um CD com quatro faixas só de músicas sertanejas.

Kauan conta que até os 15 anos já havia gravado dois discos solo, mas queria ter uma dupla sertaneja. Tentou algumas parcerias que acabaram não dando certo, foi a partir daí que decidiu aos 18 anos mudar-se para os Estados Unidos, onde morou por um ano. Lá também surgiu a oportunidade de formar mais uma dupla em sua carreira, mas a saudades dos irmãos e da mãe o fez voltar, foi quando ao chegar no Brasil deparou-se com seu irmão de 13 anos, Matheus, cantando e compondo belíssimas canções.

A partir desse momento Kauan começa a perceber o que era obvio e que sempre foi alertado pelo tio Vicente Aleixo: “a dupla está dentro de casa”. Porém com a pouca idade de Matheus, a realização do sonho só aconteceu dois anos depois. Em 2010 a dupla Matheus e Kauan estava oficialmente formada com o apoio familiar gerado pelo elo de amor e a união, entre dois irmãos com a mesma vontade de cantar e encantar superando as dificuldades da vida e decidiram que seguiriam a carreira juntos.


Para colocar o projeto em pratica a mãe vendeu o carro e a dupla grava seu primeiro CD de apresentação que acabou rendendo a eles a contratação pelo escritório AudioMix .

Apesar de muito jovens – Matheus nasceu em 1994 e Kauan em 1988 – a dupla também é conhecida no cenário musical por conta do seu repertório de sucessos que já foram gravados por grandes artistas. A lista inclui Jorge e Mateus, parceiros de escritório que gravaram “Na Hora que Você Chamar”; “Coisas de Quem Ama”e “Vai Entender”. Luan Santana escolheu sete músicas de Matheus para seu repertório inclusive “Tudo que Você Quiser” que o premiou como a música do ano em 2014 no Prêmio Multishow. Michel Teló com “Se Tudo Fosse Fácil” e Bruno e Marrone com “Tiro e Queda”, também estão na lista de artistas que gravaram os hits. Além João Neto e Frederico que gravaram 10 músicas da dupla.

Matheus e Kauan vem conquistando seu espaço no mundo sertanejo com suas canções, vozes e talento, e a cada dia realizando o sonho de fazer parte dessa história.

Segunda, 30 Maio 2016 15:41

6 - Bruno e Marrone

Bruno & Marrone é uma dupla brasileira de música sertaneja formada pelos cantores Vinícius Félix de Miranda (Goiânia, 22 de abril de 1969), conhecido artisticamente como Bruno, e José Roberto Ferreira (Buriti Alegre, 9 de novembro de 1964), conhecido artisticamente como Marrone. Desde a sua formação em 1985, a dupla completa 31 anos de carreira.Bruno trabalhava na farmácia do pai e tinha o sonho de ser cantor, e após conhecer Leandro & Leonardo, comentou que queria arrumar alguém pra formar dupla com ele, foi aí que Leonardo durante um show o apresentou para o Marrone, e logo de início rolou uma empatia muito grande entre os dois. Depois disso eles ensaiaram um repertório e começaram a tocar em bares e em barracas de exposição pecuária em Goiânia. Quis o destino que em 1986 se formasse essa dupla, que viria a se tornar umas das maiores duplas sertanejas de todos os tempos. Eles tocaram quase 10 anos em bares até gravar o primeiro LP em 1994.

Bruno e Marrone iniciaram suas carreiras na cidade de Goiânia (GO). Em 1993, ganharam notoriedade nos estados de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

Em 1994, Bruno & Marrone gravaram o primeiro LP (posteriormente relançado em CD), produzido por Felipe, da dupla Felipe & Felix, trazendo em seu repertório canções como "Dormi na Praça", "É Nisso Que Dá" e "Como Ficar Sem Você".

Mas foi em 2001 que a dupla passou a figurar nas grandes metrópoles, como revelação no mercado fonográfico. A partir daí, o talento de Bruno e Marrone passou a ser conhecido nacionalmente.

O estilo inconfundível, qualidade vocal e diferenciado repertório, sempre estiveram coerentes com a linha de trabalho da dupla, popular, carismática, com grande aceitação do público feminino e masculino, de todas as classes socioeconômicas e faixas etárias.

Com 21 álbuns gravados, 7 DVD's, algumas coletâneas, mais de 16 milhões de cópias vendidas e mais de 150 shows anuais feitos em todas as regiões brasileiras, Bruno e Marrone se consagraram como um dos principais artistas populares do país. Eram recordistas de público em uma só apresentação, 120 mil pessoas em Brasília, público esse superado por eles mesmos em janeiro de 2010, quando fizeram um show em Balneário Camboriú em Santana Catarina para um impressionante público de 180 mil pessoas.

Segunda, 30 Maio 2016 15:39

5 - Paula Fernandes

Cantora, compositora e instrumentista, Paula Fernandes, 31 anos, nasceu emSete Lagoas, em Minas Gerais. Começou a cantar ainda criança, aos oito anos e, aos 10, lançou o primeiro disco independente, "Paula Fernandes". Nesta época, se apresentou em festas e casas de espetáculos de sua cidade e arredores e participou de programas de televisão e rádio para divulgar o trabalho. Em Sete Lagoas, Paula apresentou o programa de rádio "Criança Esperança", na companhia dos amigos Brandão e Sidney. A boa atuação a levou a participar de vários números autorais no programa "Paradão Sertanejo", da TV Band Minas. Aos 12 anos, Paula Fernandes se mudou com a família para São Paulo e foi contratada por uma companhia de rodeios, com a qual trabalhou durante cinco anos, viajando por todo o Brasil como cantora da trupe, o que lhe rendeu bastante experiência de palco, repertório e vida artística. Neste mesmo ano, inspirada no sucesso da novela "Ana Raio e Zé Trovão", Paula lança seu segundo CD, "Ana Rayo", com repertório pop/sertanejo. Paula então foi apresentada ao diretor Jayme Monjardim pelo produtor musical Marcus Viana, conhecido por criar trilhas sonoras de produções como as novelas "Pantanal", "O Clone e "A Casa das Sete Mulheres". O contato resultou na gravação da música "Ave Maria Natureza", uma versão da "Ave Maria", de Schubert, bastante executada na trilha da novela "América". Neste mesmo ano, Paula Fernandes lança seu terceiro CD, "Canções do Vento Sul", pelo selo Sonhos e Sons, com participação do grupo Sagrado Coração da Terra e do cantor Sérgio Reis, este na música "Sem Você". "É a mais bela voz que ouvi nos últimos dez anos", afirmou Reis na época. No álbum, Paula já mostrava sua diversidade artística, com temas que passavam pela MPB, música pop, country, sertanejo de raiz e pitadas de world music. O disco rendeu a Paula uma importante indicação ao Prêmio Tim de Música Brasileira de 2006, na categoria de Melhor Cantora Popular (júris popular e oficial). Em dezembro de 2006, Paula Fernandes lança o álbum "Dust in the Wind", também pelo selo Sonhos e Sons, com músicas de seu repertório internacional, como "Angel", de Sarah MacLachlan, "The Boxer", de Paul Simon, além de uma bela versão para a música "Dust in the Wind", do Kansas, incluída na trilha sonora da novela "Páginas da Vida". Em 2008, depois de quatro álbuns independentes, Paula Fernandes é contratada pela Universal Music, que aposta no talento da cantora mineira no CD "Pássaro de Fogo", com destaque para as músicas "Meu eu em você" e "Pássaro de Fogo". Pela gravadora, lançou também "Paula Fernandes Ao Vivo", "Meus Encantos", "Um Ser Amor", esse trabalho com direção geral da própria cantora, e "Encontros Pelo Caminho". No ano de 2015 a cantora deu mais um grande passo em sua carreira com o álbum totalmente autoral "Amanhecer". O repertório conta com 12 músicas e traz os singles "A Paz Desse Amor" e "Piração". Em 2016, Paula inicia sua nova turnê "Amanhecer" e grava em São Paulo, em abril, o DVD de mesmo nome. Paula Fernandes é referência musical, principalmente no segmento sertanejo onde é a maior expressão feminina. Ao longo de sua trajetória, já vendeu mais de 4,5 milhões de cópias de CDs e DVDs, fez parcerias com grandes nomes da música internacional como Plácido Domingo, Juanes, Alejandro Sanz, Taylor Swift, Michael Bolton, Shania Twain, entre outros, tem em seu currículo turnês pela Europa, EUA e África, além de ter emplacado 14 músicas em trilhas sonoras de novela

Quem Somos

A Radio Nocaute tem como principal meta, tocar os sucessos mais antigos em sua programação, não deixando é claro de tocar os sucessos da atualidade. Nossa programação é feita com 60% de músicas antigas. Trabalhamos com muito carinho para oferecer uma programação diferenciada aos nossos ouvintes.
Saiba mais

 

Nossa Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades e promoções em seu e-mail!

Siga-nos pelo Facebook