Internacionais
Segunda, 06 Fevereiro 2017 09:06

Afeganistão registra recorde de vítimas civis em 2016, diz ONU

Avalie este item
(0 votos)

Cerca de 11.500 civis afegãos morreram ou ficaram feridos em 2016 no Afeganistão, um terço dos quais são crianças, o pior balanço anual desde 2009, ano em que este censo de vítimas começou, anunciou nesta segunda-feira (6) a Missão de Assistência da ONU (UNAMA). Mais de 3.500 crianças figuram entre as vítimas, um balanço em aumento desproporcional de 24% em um ano, indicou a UNAMA. A metade deste aumento de vítimas infantis ocorreu devido aos combates entre forças governamentais e os insurgentes talibãs. A outra metade foi registrada pela explosão de munições abandonadas pelos beligerantes, disse a fonte. "Entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2016, a UNAMA registrou 11.148 vítimas civis (4.498 mortos e 7.920 feridos)", o que representa um aumento geral de 3% (+6% dos feridos). A UNAMA registrou "um número recorde de vítimas em combates terrestres, ataques suicidas e explosivos abandonados, e o pior balanço de vítimas de operações aéreas desde 2009", indicou a diretora de Direitos Humanos do organismo, Danielle Bell. Os ataques aéreos dos aviões afegãos e americanos deixaram 590 vítimas civis - 250 mortos e 340 feridos -, em localidades e casas onde havia mulheres e crianças, como em Kunduz em outubro de 2016. Desde que a missão da ONU no Afeganistão começou a realizar um balanço anual de vítimas, em 2009, registrou um total de 24.841 mortos e 45.347 feridos, disse Bell. A ONU atribui 61% destas vítimas às forças antigovernamentais, principalmente os talibãs, mas também os Estados Unidos (EI). O número de vítimas do Estado Islâmico multiplicou por dez em um ano, indicou Bell. Em 2016, o EI matou 206 civis e feriu 690, sobretudo em atentados contra a minoria xiita, principalmente em Cabul, indicou a UNAMA.

 

 

Fonte: G1

Última modificação em Segunda, 06 Fevereiro 2017 09:08

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Notícias mais lidas

Quem Somos

A Radio Nocaute tem como principal meta, tocar os sucessos mais antigos em sua programação, não deixando é claro de tocar os sucessos da atualidade. Nossa programação é feita com 60% de músicas antigas. Trabalhamos com muito carinho para oferecer uma programação diferenciada aos nossos ouvintes.
Saiba mais

 

Nossa Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades e promoções em seu e-mail!

Siga-nos pelo Facebook