Nacionais
Sexta, 21 Julho 2017 15:49

Cidades de Pernambuco mais atingidas por chuvas já estão em situação de emergência

Avalie este item
(0 votos)

As fortes chuvas registradas entre a quinta-feira (20) e esta sexta-feira (21) provocaram transtornos para moradores da Zona da Mata e do Grande Recife, menos de dois meses após o temporal que tirou 55 mil pessoas de casa e deixou seis mortos no estado. De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), todas as cinco cidades que registraram os maiores volumes de precipitações nas últimas 12 horas estão na lista dos 27 municípios em situação de emergência desde maio deste ano. Ipojuca, na Região Metropolitana da capital, foi o município que registrou o maior volume de chuvas, com 110 milímetros, em 12 horas. Em 24 horas, a cidade acumulou 195 milímetros, o equivalente ao esperado para 21 dias, de acordo com a Apac. Além de Ipojuca, Escada contabilizou 84 milímetros, Sirinhaém registrou 59 milímetros, Ribeirão teve 54 milímetros e Rio Formoso notificou 53 milímetros. Todas essas cidades ficam na Mata Sul pernambucana. No bairro de Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes, centenas de pessoas tiveram prejuízos por causa das chuvas. No local, moram cerca de 26 mil pessoas. Muita gente ficou ilhada, sem conseguir sair de casa, por causa do nível do Rio Jaboatão, que transbordou e fechou a entrada do bairro. No Recife, houve Defesa Civil registrou 46 solicitações da população para vistorias e colocações de lona. Houve a queda do muro de um condomínio, na rua Gastão Vidigal, na Várzea, Zona Oeste, um deslizamento de pequeno porte no Alto da Bica, em Nova Descoberta e o tombamento parcial de um muro de arrimo, no Córrego da Josélia, também em nova Descoberta. Todas as ocorrências sem vítimas. A Defesa Civil do Recife mantém um plantão permanente e pode ser acionada através do Fone 0800.081.3400. A ligação é gratuita e a Central de Atendimento funciona 24h. Por causa do temporal, o Rio Ipojuca transbordou e parte da PE-60 ficou tomada pela água, numa das principais vias de acesso e saída do município. O tráfego ficou complicado e os carros tiveram que voltar pela contramão. Durante a madrugada, o motorista de uma kombi não viu a rodovia alagada e perdeu o controle da direção. Ele acabou caindo dentro da água e teve o veículo submerso. Em Ribeirão, na Mata Sul do estado, uma ponte cedeu e moradores ficaram ilhados. A chuva também ocasionou o deslizamento de duas barreiras no bairro Bela Vista, atingindo ao menos três casas. Segundo moradores, ninguém ficou ferido. A Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco e o Corpo de Bombeiros estiveram no local, para cobrir as encostas com lonas de proteção e analisar os danos às casas. Segundo Ricardo Menezes, que mora perto das casas atingidas, os moradores ouviram o deslizamento e conseguiram sair do local a tempo. “Existe uma barreira atrás das casas e uma na frente. Ambas deslizaram. Na frente, há fios de alta tensão e estamos preocupados com possíveis acidentes. Quando os moradores ouviram o deslizamento, conseguiram sair e, felizmente, ninguém foi atingido”, disse Ricardo. Também em Ribeirão, a água voltou a invadir algumas casas que haviam sido atingidas durante o mês de maio. No bairro Ferroviária, às 5h desta sexta, moradores já haviam tirado os móveis de casa e ido para as casas de parentes e amigos. Também houve deslizamento de terra em Barreiros, também na Mata Sul. Em Gameleira, ruas ficaram alagadas e moradores também decidiram deixar as casas, com medo das enchentes. e acordo com o governo do estado, equipes da Operação Prontidão foram acionadas para dar assistência imediata aos municípios de Ribeirão, Cortês, Gameleira, Catende, Ipojuca, Cabo e Escada. Efetivos da Defesa Civil (Codecipe) e Corpo de Bombeiros estão nas localidades fazendo os atendimentos de emergência. A prioridade, segundo o governo, é a retirada das famílias das áreas de risco de desabamento de barreira para serem levadas a abrigos das prefeituras. A Codecipe está atendendo a população pelos telefones 199 e (81) 3181.2490.

 

 

Fonte: G1

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Notícias mais lidas

Quem Somos

A Radio Nocaute tem como principal meta, tocar os sucessos mais antigos em sua programação, não deixando é claro de tocar os sucessos da atualidade. Nossa programação é feita com 60% de músicas antigas. Trabalhamos com muito carinho para oferecer uma programação diferenciada aos nossos ouvintes.
Saiba mais

 

Nossa Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades e promoções em seu e-mail!

Siga-nos pelo Facebook