Regionais

Regionais

A Polícia Civil de Minas Gerais iniciou, ontem (7), um mutirão, em parceria com a Universidade Vale do Rio Doce (Univale), para ouvir, aproximadamente, 350 suspeitos de estarem se passando por pescadores, a fim de obter o recebimento fraudulento de indenizações devidas em decorrência do rompimento da estrutura de contenção de rejeitos da barragem de Fundão, a qual era operada pela empresa Samarco, em Mariana. O Inquérito Policial foi instaurado em setembro deste ano a pedido do Ministério Público, que recebeu a denúncia de que pessoas estariam se passando por pescadores para receberem indevidamente a indenização paga aos profissionais da pesca atingidos. De acordo com a Delegada responsável pela Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações, em Governador Valadares, Juliana Fiúza, aproximadamente, 350 pessoas, que já estariam recebendo as indenizações, estão sendo investigadas pelo crime de falsidade ideológica e devem ser ouvidas para averiguação. Ainda de acordo com a Delegada, visando dar celeridade ao Inquérito Policial, foi realizada parceria junto à Univale, que cedeu cerca de 15 estudantes e estagiários do núcleo de assistência jurídica da Universidade para auxiliarem nas oitivas. Além dos estudantes, mais quatro policiais civis, sendo dois escrivães, um investigador e a Delegada responsável, estão empenhados na realização desse mutirão, que deve seguir até a próxima terça-feira (14). Após as oitivas, será dado prosseguimento às investigações a fim de apurar o caso, com o posterior encaminhamento ao Poder Judiciário, visando à responsabilização dos possíveis fraudadores.

 

Fonte: Policia Civil de Minas Gerais

Um protesto interditou a linha férrea em Governador Valadares (MG), na altura do Bairro Cardo, por cerca de três horas nesta quarta-feira (8). Os manifestantes pertencem ao Movimento dos Atingidos por Barragens e cobraram maior agilidade para que a Samarco recupere a Bacia do Rio Doce após o rompimento da barragem de Fundão, ocorrido há dois anos. Entre as reivindicações do grupo também está o reconhecimento dos atingidos pela tragédia, tais como pescadores, produtores rurais, ilheiros e barranqueiros. Além disso, também cobram o fornecimento de água de qualidade em algumas localidades que foram afetadas pelo desastre ambiental e querem a participação dos atingidos nos processos de negociação e recuperação ambiental. Os manifestantes carregavam diversas faixas e cartazes du Eles se retiraram do local após a chegada de uma ordem judicial determinando a liberação da linha férrea. Procurada pela reportagem, a Vale informou que as reivindicações dos manifestantes não têm relação com as operações da empresa ou da estrada de ferro Vitória a Minas. Informou também que repudia quaisquer manifestações violentas que coloquem em risco passageiros, empregados e operações e ratifica que obstruir ferrovia é crime. A Vale, não informou se o manifesto acarretou paralisação de viagens, mas afirmou ter impactado no tráfego ferroviário. Já a Fundação Renova informou que elaborou, por meio de construção conjunta, uma proposta de indenização coletiva para os pescadores, que teve como base estudos que indicaram a renda média para cada categoria de pescador. O órgão disse ainda que até o momento foram pagos cerca de R$ 500 milhões em auxílios e indenizações em Minas e no Espírito Santo.

 

 

Fonte:  G1/vales

O mais famoso trio sertanejo de todos os tempos, o Trio Parada Dura, estará presente hoje sexta-feira dia 03/11/2017 no parque de exposições na cidade de Manhuaçú para apresentarem mais um grande e imperdível show. Creone Parrerito e Xonadão mostarão para o público presente seu novo show com 03 músicas inéditas, dentre elas a música "Aceita que dói menos" gravada com a participação especial da cantora Marília Mendonça. O palco já está montado e todos os integrantes da empresa Mafra já estão trabalhando na montagem de tonelas de equipamentos de som. Com certeza será um grande show e voce não pode perder.

 

 

 

 

 

A queda de parte de uma ponte provisória em Laranjal, cidade que fica a cerca de 30 km de Muriaé, na região da Zona da Mata, deixou entre 30 e 40 pessoas feridas, nesta quinta-feira (2), de acordo com informações preliminares do Corpo de Bombeiros. Segundo a corporação, o acidente aconteceu durante um evento religioso com a presença do pastor Valdemiro Santiago, fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus. Os bombeiros estimam que entre 15 e 20 mil pessoas participavam do culto. As vítimas estavam sobre a ponte no momento em que ela caiu. O Corpo de Bombeiros afirmou que no local do evento foram montadas barracas no meio da rua, o que pode ter atrapalhado a circulação e gerado um acúmulo de pessoas em cima da estrutura, que não suportou o peso. O sargento Wanderley Lima Freitas, da Polícia Militar (PM), que participou do socorro às vítimas, disse que três pessoas sofreram fraturas expostas, mas ninguém corre risco de morrer. Ele explicou que o acidente ocorreu depois das 13h, quando os fiéis deixavam o local do culto. "Eles pararam para se alimentar onde foi instalada a praça de alimentação. Alguns ficaram em pé em cima da ponte e parte cedeu", contou. A Igreja Mundial do Poder de Deus foi procurada, por telefone, mas ainda não se posicionou sobre o acidente. Feridos Dez vítimas foram encaminhadas para o Hospital São Paulo, em Muriaé. Seis delas foram medicadas e liberadas. Outras três estão em observação e um ainda segue internado na unidade. O estado de saúde das pessoas que continuam no local não foi informado. Outras oito vítimas foram levadas para a Casa de Caridade Leopoldinense, em Leopoldina, sendo que três delas estão internadas e outras cinco recebem tratamento na área de emergência do hospital. Todos os pacientes foram avaliados como estáveis, de acordo com a Casa de Caridade Leopoldinense. As demais vítimas foram atendidas em unidades de saúde de Laranjal com ferimentos leves e liberadas. De acordo com o sargento, pastores acompanharam os feridos aos hospitais da região. "A igreja prestou toda a solidariedade, não abandonou os fiéis. Uma das vítimas não tinha acompanhante e o pastor foi para acompanhá-la", comenta o policial. Vistoria Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, o local foi vistoriado pela última vez na tarde dessa quarta-feira (1º) e recebeu a liberação da corporação por ter atendido todas as exigências e medidas preventivas. A ponte teria sido construída especificamente para atender ao evento.

 

Fonte:  O Tempo

Uma jovem de 21 anos foi presa e um adolescente, de 17, apreendido na noite dessa sexta-feira (15) no Bairro Limoeiro, em Ipatinga (MG) com 103 quilos de maconha. A droga, segundo a Polícia Militar, estava escondida dentro de um veículo, dividida em 192 barras. Ainda com os suspeitos, a PM encontrou outras 22 buchas da mesma droga e uma moto roubada. A operação para apreensão da droga ocorreu após uma denúncia anônima. O material apreendido foi levado para a delegacia civil que abriu inquérito policial para investigar o caso; já os envolvidos estão sob tutela do sistema prisional.

 

 

Fonte: G1

Página 1 de 3

Quem Somos

A Radio Nocaute tem como principal meta, tocar os sucessos mais antigos em sua programação, não deixando é claro de tocar os sucessos da atualidade. Nossa programação é feita com 60% de músicas antigas. Trabalhamos com muito carinho para oferecer uma programação diferenciada aos nossos ouvintes.
Saiba mais

 

Nossa Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades e promoções em seu e-mail!

Siga-nos pelo Facebook