Regionais

Regionais

Um homem, de 27 anos, foi morto a tiros dentro de casa nesta quarta-feira (27) em Itueta (MG), no Vale do Rio Doce. Segundo a Polícia Militar, dois homens armados arrombaram a residência e entraram atirando contra Rafael Silva Nascimento, que recebeu diversos disparos e morreu no local. Ainda de acordo com a PM, na casa também estavam dois filhos e a esposa da vítima. Ela contou aos militares que a família dormia quando o local foi invadido pelos criminosos, que fugiram logo depois dos disparos. A mulher disse ainda que a família morava em uma casa invadida, tendo atritos com a proprietária e os filhos dela. A PM informou ainda que a vítima já cumpriu pena por tráfico de drogas e havia denúncias sobre venda ilegal de entorpecentes no local. Os autores não foram identificados, mas a PM continua as buscas na região. Até o momento ninguém foi preso.

 

Fonte: G1

A direção do Hospital Santa Rosália, em Teófilo Otoni (MG), busca reestabelecer a energia da unidade após um blecaute que demandou a realocação de pacientes em outras instituições de saúde da cidade; um novo transformador e gerador foram alugados, mas o local ainda seguia parcialmente sem energia, até a publicação desta matéria. Segundo o órgão, o transformador do hospital apresentou problemas às 13h30 deste domingo (21), fazendo com que a energia do local fosse abastecida por meio do gerador do hospital. Porém, seis horas depois, o gerador também parou de funcionar, provocando o blecaute na instituição. Devido à falta de energia, 12 pacientes em estado grave, e que estavam ligados a equipamentos, foram transferidos às pressas. A previsão é de que a energia seja completamente reestabelecida ainda nesta segunda-feira. A instituição não informou sobre prejuízos e se outros pacientes tiveram problemas. Assim que a energia estiver normalizada, os pacientes que foram realocados devem retornar aos poucos para o Hospital Santa Rosália. Ainda de acordo com a direção do hospital, um novo transformador foi encomendado e deve chegar em sete dias.

 

Fonte:  G1

Será inaugurada oficialmente na noite desta sexta-feira (22) a decoração especial de Natal de Resplendor (MG). A grande novidade é a iluminação da ponte que liga o Centro ao Bairro Nossa Senhora de Fátima, considerada um dos cartões-postais da cidade. O prefeito Diogo Scarabelli (PP) destaca que a intenção é celebrar o clima natalino dentro das possibilidades financeiras do município. “Fizemos uma decoração simples, mas que dê alegria à população, especialmente às crianças, que ficam encantadas com a novidade”, explicou. Também foram iluminadas e receberam árvores de natal a porta da Prefeitura, a praça Central e dos bairros Nossa Senhora de Fátima e São Vicente. Na praça do Centro também foi instalada decoração feita pelos funcionários do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) utilizando materiais recicláveis, como garrafas pet e cds usados. A decoração de Natal está prevista para ficar exposta até o dia três de janeiro.

 

Fonte: G1/vales

A Polícia Civil de Minas Gerais iniciou, ontem (7), um mutirão, em parceria com a Universidade Vale do Rio Doce (Univale), para ouvir, aproximadamente, 350 suspeitos de estarem se passando por pescadores, a fim de obter o recebimento fraudulento de indenizações devidas em decorrência do rompimento da estrutura de contenção de rejeitos da barragem de Fundão, a qual era operada pela empresa Samarco, em Mariana. O Inquérito Policial foi instaurado em setembro deste ano a pedido do Ministério Público, que recebeu a denúncia de que pessoas estariam se passando por pescadores para receberem indevidamente a indenização paga aos profissionais da pesca atingidos. De acordo com a Delegada responsável pela Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações, em Governador Valadares, Juliana Fiúza, aproximadamente, 350 pessoas, que já estariam recebendo as indenizações, estão sendo investigadas pelo crime de falsidade ideológica e devem ser ouvidas para averiguação. Ainda de acordo com a Delegada, visando dar celeridade ao Inquérito Policial, foi realizada parceria junto à Univale, que cedeu cerca de 15 estudantes e estagiários do núcleo de assistência jurídica da Universidade para auxiliarem nas oitivas. Além dos estudantes, mais quatro policiais civis, sendo dois escrivães, um investigador e a Delegada responsável, estão empenhados na realização desse mutirão, que deve seguir até a próxima terça-feira (14). Após as oitivas, será dado prosseguimento às investigações a fim de apurar o caso, com o posterior encaminhamento ao Poder Judiciário, visando à responsabilização dos possíveis fraudadores.

 

Fonte: Policia Civil de Minas Gerais

Um protesto interditou a linha férrea em Governador Valadares (MG), na altura do Bairro Cardo, por cerca de três horas nesta quarta-feira (8). Os manifestantes pertencem ao Movimento dos Atingidos por Barragens e cobraram maior agilidade para que a Samarco recupere a Bacia do Rio Doce após o rompimento da barragem de Fundão, ocorrido há dois anos. Entre as reivindicações do grupo também está o reconhecimento dos atingidos pela tragédia, tais como pescadores, produtores rurais, ilheiros e barranqueiros. Além disso, também cobram o fornecimento de água de qualidade em algumas localidades que foram afetadas pelo desastre ambiental e querem a participação dos atingidos nos processos de negociação e recuperação ambiental. Os manifestantes carregavam diversas faixas e cartazes du Eles se retiraram do local após a chegada de uma ordem judicial determinando a liberação da linha férrea. Procurada pela reportagem, a Vale informou que as reivindicações dos manifestantes não têm relação com as operações da empresa ou da estrada de ferro Vitória a Minas. Informou também que repudia quaisquer manifestações violentas que coloquem em risco passageiros, empregados e operações e ratifica que obstruir ferrovia é crime. A Vale, não informou se o manifesto acarretou paralisação de viagens, mas afirmou ter impactado no tráfego ferroviário. Já a Fundação Renova informou que elaborou, por meio de construção conjunta, uma proposta de indenização coletiva para os pescadores, que teve como base estudos que indicaram a renda média para cada categoria de pescador. O órgão disse ainda que até o momento foram pagos cerca de R$ 500 milhões em auxílios e indenizações em Minas e no Espírito Santo.

 

 

Fonte:  G1/vales

Página 1 de 4

Quem Somos

A Radio Nocaute tem como principal meta, tocar os sucessos mais antigos em sua programação, não deixando é claro de tocar os sucessos da atualidade. Nossa programação é feita com 60% de músicas antigas. Trabalhamos com muito carinho para oferecer uma programação diferenciada aos nossos ouvintes.
Saiba mais

 

Nossa Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades e promoções em seu e-mail!

Siga-nos pelo Facebook