Regionais

Regionais

Das 39 escolas estaduais de Governador Valadares, 35 estão com as atividades interrompidas. Professores e servidores administrativos reivindicam que o governo estadual cumpra acordos anteriormente firmados com a categoria. Os grevistas também buscam pressionar o governo federal contra a reforma da Previdência. O movimento grevista teve início nessa quarta-feira (15). O diretor do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), Rafael Toledo, explica que a pauta estadual envolve a reivindicação de pagamento do reajuste de 7,64% anunciado em janeiro e ainda não cumprido, bem como o cumprimento de acordo firmado pelo estado em 2015, que previa aumento de 31,78% de reajuste até 208. “Tem também algumas questões relacionadas ao pessoal do setor administrativo, descongelamento da carreira, pagamento de atrasados, acerto de algumas situações que são de grupos menores da educação mas que são de interesse da coletividade, porque todos acabam em algum momento da carreira tendo os mesmos interesses”, pontua o diretor.] A Superintendência Regional de Ensino de Governador Valadares que abrange 45 municípios, confirmou que 77 escolas em toda a região aderiram à greve. Já outras 40 escolas da área de atuação da SRE prosseguem com as atividades normalmente. Das 3.655 unidades de ensino da rede estadual em todo o estado, segundo a secretaria de Educação, 2.041 informaram a situação sobre a paralisação. São 995 escolas totalmente paralisadas e 1.046 escolas parcialmente paralisadas nesta quinta-feira. A greve dos profissionais da educação da rede estadual segue até de 28 de março, quando os membros da categoria se reunirão em assembleia para definir se o movimento continua ou não. Em nota, o governo do Estado informou que existem limitações financeiras e jurídicas, por causa da lei de responsabilidade fiscal para cumprir o que foi acordado. A administração estadual avalia uma forma de chegar ao novo valor do piso nacional, mas se compromete a garantir o que foi firmado entre o governo e o sindicato.

 

 

Fonte: G1/vales

Jucimar Camilo, de 30 anos, foi condenado nesta quinta-feira (16) a 10 anos de prisão pelo assassinato do professor Nelcino Rodrigues Valentim, de 50 anos. O crime ocorreu no fim de 2015, mas o corpo da vítima só foi encontrado em maio de 2016. O julgamento começou pela manhã conduzido pelo juiz Anacleto Falci. O salão do júri ficou lotado. O primeiro a ser ouvido pela justiça foi o delegado Fábio Sfalcin, que conduziu as investigações do caso. Logo depois, prestaram depoimento um investigador da Polícia Civil e uma irmã da vítima. Em seguida, Jucimar sentou no banco dos réus e confessou o crime durante o interrogatório, mas disse que não tinha intenção de matar a vítima. Ao fim do julgamento, o réu foi condenado a seis anos pelo crime de homicídio simples, três anos por crime de furto e um ano por ocultação de cadáver. As penas totalizam 10 anos e ao longo do cumprimento da pena poderá progredir para regime semi-aberto. Nelcino Rodrigues desapareceu no fim de 2015. O corpo do professor só foi encontrado no dia 14 de maio de 2016, em um lixão de Nova Venécia (ES), e em seguida, foi levado para o IML de Linhares (ES), cidade onde ficou enterrado por quatro meses como indigente. O acusado do crime, Jucimar Camilo, foi encontrado em maio de 2016 com o carro do professor, no Espirito Santo, onde foi preso. No ano passado, o delegado Fabio Sfalcin, da Delegacia de Pessoas Desaparecidas, disse que o professor teria dado carona para o suspeito e tentado ter relações sexuais com ele, o que teria motivado crime. O delegado também disse que o suspeito, após recusar manter relações sexuais com a vítima, golpeou o professor na cabeça, no pescoço e na nuca, tendo o estrangulado depois. Durante todo o período do seu desaparecimento, a família do professor realizou uma campanha nas redes sociais, cobrando informações sobre o paradeiro de Nelcino. Faixas foram colocadas em locais de grande circulação da cidade. O professor dava aulas em três escolas do município.

 

 

Fonte: G1/vales

Conselheiro Pena – Um veículo pegou fogo na passagem de linha da VALE, no distrito de Barra do Cuieté, ontem, 13/02, por volta das 20h00min. O Senhor Valter Carlos, proprietário do veículo relatou aos militares que retornava do Distrito de Barra do Cuiete, quando foi passar pela passagem de nível, seu veículo deslizou e chocou-se contra um “guarda mão” de trilhos próximo e incendiou. O veículo ficou parcialmente sobre a linha férrea e foi necessário o socorro de guincho para liberar a linha férrea. O motorista sentia dores no joelho, mas não houve relato de maiores danos. O veículo ficou completamente destruído.

 

 

Fonte: Noticiasnoleste

Uma árvore caiu na em cima de um veículo na tarde desta quinta-feira (9) em Bom Jesus do Galho (MG). De acordo com o Corpo de Bombeiros comunitários de Ubaporanga, que atenderam a ocorrência, um homem de 83 anos e uma mulher, de 78, ficaram feridos e foram levados ao hospital reclamando de fortes dores. De acordo com as primeiras informações, as vítimas estavam passando por uma estrada rural que liga a cidade de Bom Jesus do Galho e Caratinga quando a árvore caiu sobre o veículo, danificando boa parte da estrutura da caminhonete em que estavam. As causas da queda da árvore não foram informadas. As vítimas foram encaminhadas para um hospital de Caratinga; o estado de saúde das vítimas não foi informado. O Corpo de Bombeiros fez uma limpeza no local e liberou a pista para tráfego.

 

 

Fonte: G1/vales

Uma carreta carregada de combustível tombou na BR 116, em Dom Cavati, nesse domingo (05), e interditou a rodovia. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a pista permanece interditada nos dois sentidos até a manhã desta segunda-feira (6) e deve ser liberada somente na terça (7). O Corpo de Bombeiros de Caratinga informou que o motorista não se feriu e há risco de explosão no local. As causas do acidente são desconhecidas. De acordo com a PRF, uma equipe especializada foi acionada e está vindo do estado da Bahia para conter o vazamento. A polícia orientou aos motoristas que utilizem a BR-458 até Ipatinga, e depois sigam pela rodovia 381.

 

 

Fonte: G1

Página 2 de 3

Quem Somos

A Radio Nocaute tem como principal meta, tocar os sucessos mais antigos em sua programação, não deixando é claro de tocar os sucessos da atualidade. Nossa programação é feita com 60% de músicas antigas. Trabalhamos com muito carinho para oferecer uma programação diferenciada aos nossos ouvintes.
Saiba mais

 

Nossa Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades e promoções em seu e-mail!

Siga-nos pelo Facebook