Ver todas Notícias

O início do terceiro simulado do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) foi adiado para o dia 3 de setembro devido ao calendário dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A previsão era que a prova fosse realizada neste final de semana. O simulado, promovido pelo governo federal, destina-se a quem está se preparando para o Enem e para participar basta se cadastrar no site Hora do Enem. Os estudantes têm quatro horas para resolver 80 questões. As informações são da Agência Brasil. De acordo com a Geekie, responsável pelo desenvolvimento da plataforma de estudos, a intenção é que mais estudantes participem do simulado. Ao todo, 711 mil participaram da primeira edição, mas o número caiu na segunda edição para 360 mil. Entre os motivos averiguados pela Geeki, estão o longo prazo que o simulado ficou disponível - estudantes alegaram que acabaram esquecendo de acessar a prova -e as férias escolares. Na terceira edição, com a proximidade do Enem, que será nos dias 5 e 6 de novembro, a expectativa é que o número de acessos aumente. Até a próxima semana, será definido o período em que o terceiro simulado ficará disponível. O primeiro simulado foi realizado nos dias 30 de abril e 1º de maio, e repetido nos dias 7 e 8 de maio e o segundo ficou disponível de 25 de junho a 3 de julho. Esta edição traz algumas novidades, entre elas, 75% das questões serão inéditas. Nos últimos simulados, a maioria das questões era de provas anteriores do Enem. Além disso, agora, os estudantes que fizeram as provas pelo smartphone terão acesso ao posicionamento no ranking de todos os alunos que selecionaram o mesmo curso. Antes, os alunos apenas eram informados se alcançaram ou não a nota de corte e quanto estavamdistantes de serem aprovados no curso que escolheram. O simulado faz parte da iniciativa Hora do Enem, portal que oferece também um plano de estudos individual para cada estudante. Na hora de se cadastrar, o estudante informa o que busca com o Enem. A plataforma disponibilizará, então, um plano de estudos para que possa alcançar o objetivo. Para estudar, os candidatos podem acessar a plataforma Mecflix, com 1,2 mil videoaulas para ajudar nos estudos. Está previsto ainda um quarto simulado, que será disponiblizado a partir do dia 8 de outubro. Os últimos exames serão no mesmo formato do Enem e terão dois dias de duração. Não haverá simulado da redação. A nota do Enem é usada na seleção para vagas em instituições públicas, por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), bolsas na educação superior privada por meio do ProUni e vagas gratuitas nos cursos técnicos oferecidos pelo Sisutec (Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica). O resultado do exame também é requisito para receber o benefício do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). Para pessoas maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado como certificação do ensino médio.

 

 

Fonte: Hojeemdia

A primeira noite depois da conquista do ouro olímpico foi de apenas quatro horas de sono para Rafaela Silva. A judoca chegou à Vila Olímpica às 4 horas da manhã, após intensa agenda de compromissos. Às 8h, já estava de pé para mais um dia cheio. Mas a correria de uma campeã olímpica não incomoda. "Onde eu passo tem um monte de gente batendo palma, agradecendo, gritando meu nome", contou ela. "Acordei com uma sensação de satisfação e alívio". A judoca recebeu a reportagem do jornal O Estado de S.Paulo para uma conversa no fim da tarde desta terça-feira (9), em um hotel na zona sul do Rio. Na TV, ela acompanhava o quarto dia de competições de judô. Bem disposta, Rafaela curtia o seu momento, mas se mostrou espantada com o reconhecimento que tem sentido nas ruas. "Eu esperava que com uma medalha eu fosse ser reconhecida, mas não da maneira como estou sendo. O povo brasileiro está me acolhendo, demonstrando carinho por mim, o reconhecimento pela minha conquista, da minha história. É muito importante para a minha carreira", afirmou Rafaela. A campeã olímpica disse que está aliviada com a medalha. "Quando acordei, tive uma sensação de satisfação e alívio. Pude realizar meu sonho dentro da minha cidade e do meu País, e pude passar para todas essas crianças da comunidade (Cidade de Deus) que eu saí de lá, acreditei, tive oportunidade e aproveitei. Hoje eu conquistei o mundo", comentou. Ela revelou também que tirou dinheiro do próprio bolso para que toda a família e judocas que lhe ajudaram na preparação fossem assistir suas lutas. "A gente só recebeu dois ingressos (comprados pelo COB), e na minha casa moram seis pessoas. Além disso, cada atleta que foi para a Olimpíada tinha outros cinco para ajudar no treinamento - eu tinha um alto, um baixo, um destro e um canhoto -, e só uma que poderia estar comigo na área de aquecimento (da arena)", explicou. "Só que todo mundo participou e me ajudou, e eu acho que eles mereciam estar comigo naquele momento. Eu comprei ingressos para eles assistirem, estarem lá perto. O ingresso não era barato, mas valeu a pena." Rafaela Silva agora está na expectativa para a próxima visita à Cidade de Deus, favela onde nasceu e deu seus primeiros golpes no judô. "Tenho alguns familiares que moram lá, mas é difícil eu ir, porque tem muito treinamento e competição. Quando não estou viajando ou competindo, fico mais em casa", contou. "Não faço nem ideia de como vai ser. Eu estou sendo bem recepcionada em todos os lugares que eu passo, e sendo onde ainda vive gente da minha família vai ser bem especial."

 

 

Fonte: Otempo

Domingo, 07 Agosto 2016 08:14

Seleção Brasileira Feminina dá Show

Domínio na etapa incial. O Brasil já começou impondo o seu jogo desde o começo. Com bolas de Marta pela direita, a seleção insistia no setor ofensivo sem dar espaço para o contra-ataque da Suécia. Na oportunidade que as adversárias tiveram, Bárbara fez bela defesa. Em seguida, aos 20 minutos, Bia recebeu lançamento e usou sua principal característica. No jogo de corpo, tirou da defensora e mandou para as redes. Logo depois, a Suécia levou perigo. Chegou a marcar, mas a árbitra anulou. O susto empurrou ainda mais a equipe brasileira. Aos 24, Cristiane fez um golaço de letra dentro da grande área. A camisa 11 queria mesmo jogo. Aos 43, sofreu um pênalti. Marta chutou no canto direito para decretar o 3 a 0 nos 45 minutos iniciais. As meninas não diminuíram o ritmo, mas sofreram um golpe. Aos 20 minutos, Cristiane ficou caído no gramado após uma arrancada, com a mão na coxa direita. Deixou o campo apoiada, chorando e recebeu os aplausos da torcida. Em campo, mais dois gols para não dar brechas às suecas: Marta e Bia, assim como no primeiro tempo, usaram da técnica para decretar a vitória. Schelin ainda descontou no fim, mas nada que diminuísse o volume da festa da torcida nas arquibancadas. Com o gol marcado sobre a Suécia, Cristiane se tornou a maior artilheira da história do futebol olímpico - contando homens e mulheres. São 14 gols em 15 partidas por quatro edições diferentes dos Jogos. O recorde feminino já era de Cristiane. O masculino pertencia ao dinamarques Sophus Nielsen, autor de 13 gols nas edições de 1908 e 1912. No segundo tempo, porém, a atacante deixou o campo machucada e preocupa o Brasil. A torcida brasileira compareceu em bom número ao Engenhão neste sábado e fez a festa nas arquibancadas. Teve a tradicional ''Ola'', gritos de ''Olé'' ainda no primeiro tempo - quando o Brasil já vencia por 3 a 0 - e até uma comparação: ''Ahhhh... A Marta é melhor que o Neymar'', gritaram os torcedores. A camisa 10 e cinco vezes melhor jogadora do mundo teve atuação de destaque: uma assistência e dois gols.

 

Fonte: Globoesporte

A Receita Federal arrecadou R$ 434 mil no terceiro leilão do ano de produtos apreendidos na Alfândega do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), na semana passada. Mais uma vez, a aeronave ano 2005 modelo Cessna Citation X, que tinha lance mínimo de R$ 9 milhões, não foi arrematada. Esta foi a segunda tentativa de vender o jato feita pelo órgão. Em junho, no primeiro leilão, o Cessna Citation X também encalhou. Na ocasião, o lance mínimo era de R$ 13 milhões. Agora, a Receita estuda a possibilidade de realizar um novo pregão específico para a aeronave, talvez ainda em agosto, com lance mínimo a ser definido. O avião pertencia à Igreja Universal do Reino de Deus da Argentina e foi retido em fevereiro de 2012 por falta de documentação. De acordo com a Receita Federal, não foram apresentados pela tripulação nome e endereço do proprietário da aeronave com prefixo argentino, o relatório das últimas entradas no Brasil desde 2010 e o contrato de hangar. No processo que correu na 19ª Vara Cível do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, em São Paulo, e que determinou a alienação da aeronave há a informação de que o jato foi comprado junto à Cessna Finance Corporation, nos Estados Unidos, em fevereiro de 2010, por US$ 11, 9 milhões, o equivalente a R$ 38,9 milhões em valores atualizados. O piloto Patrick Leão, que é sócio de uma empresa de compra e venda de aeronaves, acredita que, mesmo com uma redução no preço, a aeronave deve encalhar em um novo leilão. O motivo seria a crise econômica. Hoje, um jato novo custaria US$ 25 milhões, aproximadamente R$ 81,7 milhões. “Esse é um o melhor jato do mundo, com uma aerodinâmica inspirada em jatos de guerra. Apenas para dar partida no jato o proprietário vai gastar US$ 4 mil, quase R$ 13 mil. Um modelo 2005, igual ao que a Receita está leiloando, custa US$ 5,6 milhões, quase R$ 19 milhões. O lance mínimo de R$ 9 milhões está bem abaixo do valor de mercado. A vantagem de comprar do fabricante é poder parcelar. No leilão, teriam que pagar à vista e nem todo mundo está podendo”, conta Patrick . De acordo com a fabricante Cessna, o Citation X é o avião civil mais rápido do mundo e já bateu o recorde de velocidade voando uma média de pouco menos de 606 milhas por hora, equivalente a 975.262 quilômetros por hora a 39.000 pés . A aeronave tem um alcance intercontinental e consegue voar de Los Angeles a Nova York em 4 horas, uma hora a menos se comparado com outros jatos executivos. O jato tem consumo de 386 litros de combustível por hora, fazendo dele não apenas o business jet mais rápido, mas também o mais eficiente em consumo de combustível. O jato possui dois motores Rolls-Royce e um sistema que controla o desempenho do motor para os pilotos. Além de diminuir o trabalho de quem pilota, o sistema também diminui o desgaste dos motores. O interior do jato é equipado com telas de LCD, DVD, Blu-ray e telefone e os passageiros contam com uma tela digital que apresenta informações sobre a velocidade, a altitude e a localização da aeronave no globo terrestre. A cozinha da aeronave possui refrigerador, forno de microondas, espaço para louças e talheres personalizados. O banheiro é amplo e possui até mesmo um armário para armazenar malas de viagem. Neste modelo de avião o compartimento de bagagem é aquecido e pressurizado e tem capacidade para 350 kg. Quem arrematar a aeronave terá que de regularizar a documentação junto às autoridades competentes. Todo o dinheiro arrecadado no leilão será revertido à Previdência Social e ao Fundo Especial de Desenvolvimento de Aperfeiçoamento das Atividades de Fiscalização (Fundaf).

 

 

Fonte:  G1

Nos mais de 20 anos de carreira, Ivete Sangalo viu o axé chegar ao ápice, viajando por micaretas e popularizando refrãos grudentos pelo país. Viu também o gênero perder espaço para o funk e, mais recentemente, para o sertanejo nas paradas de sucessos. “Todo segmento tem o seu auge, e tem que haver uma circulação. É muito natural que, depois daquela predominância da música baiana, se dê espaço a outros segmentos”, afirma ao G1, ao lançar o DVD “Acústico em Trancoso”, seu primeiro trabalho do gênero. Assista à entrevista acima. A cantora admite que agora “é a vez do sertanejo” e reconhece que o Carnaval da Bahia – propulsor do axé entre os anos 1990 e o início de 2000, hoje não mais sustentado apenas pelo gênero – não é o mesmo de 10 anos atrás, mas tem "um formato novo para os carnavais que virão”. ”A transformação dos modelos é fundamental na evolução da sociedade”, avalia. Mesmo em seu novo trabalho, que tem participações de Luan Santana, Vitin da banda Onze:20, Hélio do Ponto de Equilíbrio e ex-participantes da primeira temporada do "The Voice Kids", o axé não é o único protagonista. Ivete está em uma fase mais romântica. Deixou de lado hits dançantes como “Poeira” e “Festa” para apresentar releituras de baladas melosas, entre elas “A Lua que Eu te Dei”, “Se Eu Não te Amasse Tanto Assim” e “Deixo”. “Eu já gravei essas músicas [mais agitadas] muitas vezes, acho que tinham outras a serem registradas, em uma outra leitura. O trabalho também pediu essa onda mais romântica”, afirma. “Não é nada premeditado. Quando eu gravei ‘Coleção’, na Banda Eva, muita gente me perguntava [se estava enveredando pelo romantismo]. Na sequência, vinha ‘Levada louca’, ‘Arerê’... Seria até leviano da minha parte dizer ‘estou indo por um caminho’.” A facilidade em transitar entre vertentes musicais ajuda Ivete a se manter como uma das artistas mais populares – e com um dos mais altos cachês, a despeito do vai e vem de tendências. Mas ela brinca ter outra receita para o frescor de sempre: “Acordo, tomo uma vitamina de abacate...” “Eu gosto de música, estou sempre em contato com ela. Mas não é só isso. Tem o fator sorte, o fator oportunidade, essas coisas que movimentam a vida e fazem de você exemplo de alguma coisa”, explica. Mesmo ela, porém, é afetada pela crise econômica. “O primeiro a dançar é o entretenimento. Ninguém deixa de comer ou de ir ao médico para ir a um show. Não se pode querer todos os dias um público do tamanho do Rock in Rio.”

 

 

Fonte: G1

Nesta quinta-feira (28) o Diário Oficial da União (DOU) publicou uma determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), proibindo a venda e a distribuição em todo o país de quatro lotes de extrato de tomate das marcas "Amorita", "Aro", "Elefante" e "Predilecta", e de um lote de molho de tomate tradicional da marca "Pomarola". A decisão foi tomada após um laudo encontrar pelo de roedor acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente. Com a determinação, as fabricantes terão que recolher os produtos do mercado. Veja os produtos que devem ser recolhidos: - Extrato de tomate Predilecta - Lote 213 23IE - Validade 03/2017 - Extrato de tomate Aro - Lote 002 M2P - Validade 05/2017 - Molho de tomate tradicional Pomarola - Lote 030903 - Validade 31/08/2017 - Extrato de tomate Elefante - Lote 032502 - Validade 18/08/2017 No último dia 18 de julho, a Anvisa já havia proibido a comercialização e distribuição de um lote do extrato de tomate da marca "Heinz", que possui pelo de roedor acima do limite tolerado.

 

 

Fonte: Diarioonline

Os atletas brasileiros foram oficialmente recepcionados na manhã deste domingo (31), na Vila Olímpica. Mais de 100 convidados participaram do evento, entre funcionários do Ministério Esporte, Forças Armadas e Comitê Rio-2016. A festa terminou com samba e muita dança. Entre os cerca de 60 competidores brasileiros presentes no local, um dos destaques foi o atleta do hóquei na grama, Bruno Mendonça, atleta-militar que prestou continência durante toda a execução do Hino Nacional. Ele é sargento da aeronáutica. "Acho completamente normal. É uma maneira de mostrar respeito ao país, à bandeira e até aos nossos adversários", comentou Bruno. A cerimônia ainda teve um momento em que todos cantaram o Hino à capela, gesto que ficou famoso na Copa do Mundo de 2014. O humorista Fábio Porchat, um dos padrinhos do Time Brasil, participou da celebração. O prefeito do Rio Eduardo Paes também esteve no local e se vestiu como os atletas, com um agasalho da delegação brasileira. A cerimônia de apresentação dos atletas brasileiros na Vila Olímpica foi um pouco diferente de outras delegações, quando participaram da celebração apenas os atletas e membros da equipe. A principal delas foi a realização de todos os discursos em português.

 

 

Fonte:  Bol

O astro pop Justin Bieber disse não a um cachê de US$ 5 milhões (mais de R$ 16 milhões) oferecido por um show na convenção republicana que confirmou o bilionário Donald Trump como candidato à presidência dos EUA, informou nesta sexta-feira (29) o site TMZ. Segundo a publicação, que cita fontes da CAA, empresa que representa o cantor, o ídolo do basquete LeBron James, amigo de Bieber, o aconselhou a negar a oferta. Seu agente também teria chegado a ameaçar pedir demissão caso a apresentação fosse confirmada. O show duraria 45 minutos e aconteceria em um local próximo à Quicken Loans Arena, em Cleveland, onde a convenção foi realizada entre 18 e 21 de julho. Os contratantes teriam argumentado que não se tratava de um "ato político", nem de uma declaração de apoio a Trump. Pelo contrato citado pelo TMZ, o cachê e os custos de produção seriam bancados por doadores da campanha do Partido Republicano. Os milhões seriam pagos ao cantor antes mesmo de ele subir ao palco. Bieber é o mais recente de uma lista de artistas que expressaram rejeição ao candidato republicano, a maioria pelo uso de suas músicas em peças publicitárias e eventos de campanha. Rolling Stones, Queen, R.E.M, Adele, Neil Young, entre outros, já fizeram reclamações públicas relacionadas a Trump.

 

 

Fonte:  G1

Autoridades do estado do Texas, nos Estados Unidos, confirmaram que 16 pessoas morreram depois que um balão de ar quente pegou fogo e caiu na região central do estado na manhã deste sábado (30). O xerife Daniel Law, do Condado de Caldwell, afirmou que a delegacia recebeu uma chamada de emergência na manhã deste sábado sobre a possibilidade de um acidente de carro. Policiais encontraram um incêndio em uma estrada e a cesta do balão. Segundo o Departamento de Segurança Pública do Texas, 16 pessoas morreram no acidente. Investigadores estão determinando a identidade das vítimas neste momento. Lynn Lunsford, da Administração Federal de Aviação (FAA) dos EUA disse em um comunicado que o acidente ocorreu pouco depois das 7h40 do horário local perto da cidade de Lockhart, no Texas, segundo a Associated Press. O balão caiu sobre um pasto. O acidente ainda está sendo investigado. O governador do Texas, Greg Abbott, divulgou uma declaração oferecendo suas condolências a todos os afetados pela tragédia. "Nossos pensamentos e orações estão com as vítimas e suas famílias, assim como a comunidade de Lockhart. A investigação sobre a causa deste trágico acidente continuará, e eu peço para todo o Texas se juntar a nós nas orações por aqueles que se foram."

 

 

Fonte: G1

A Polícia Federal indiciou criminalmente o ex-ministro Paulo Bernardo (Planejamento do governo Lula) na Operação Custo Brasil - investigação sobre suposto desvio de R$ 100 milhões de empréstimos consignados no âmbito do Planejamento, entre 2010 e 2015. A PF enquadrou Paulo Bernardo por integrar organização criminosa e corrupção passiva. O inquérito da Custo Brasil foi relatado pela PF na sexta-feira (22) e enviado à Justiça Federal. Agora, o Ministério Público Federal vai analisar o inquérito para denunciar ou não o ex-ministro e outros envolvidos na Custo Brasil, entre eles o ex-tesoureiro do PT, Paulo Ferreira. Paulo Bernardo foi preso na Operação Custo Brasil no dia 23 de junho, sob suspeita de recebimento de propinas de R$ 7,1 milhões do esquema Consist, empresa de software contratada em sua gestão em 2010 para administrar contratos de consignados com entidades de bancos e previdência - Associação Brasileira de Bancos Comerciais e para o Sindicato das Entidades de Previdência Privada. A Consist teria cobrado uma taxa em valor quatro vezes superior ao de mercado. A Custo Brasil é um desdobramento da Pixuleco II que, em agosto de 2015, descobriu o esquema dos consignados. Um dos alvos da Pixuleco II, o advogado Alexandre Romano, o Chambinho, fez delação premiada e revelou os bastidores do caso Consist. Valores obtidos ilicitamente teriam abastecido a campanha de Gleisi Hoffmann (PT-PR), mulher de Paulo Bernardo, ao Senado em 2010. A Custo Brasil prendeu também o advogado Guilherme Gonçalves, de Curitiba, que teria realizado repasses do esquema Consist para o ex-ministro e para bancar despesas eleitorais de Gleisi. Gonçalves nega elo com o esquema. Seis dias depois de sua prisão - decretada pelo juiz Paulo Bueno de Azevedo, da 6.ª Vara Criminal Federal em São Paulo -, o ex-ministro de Lula e também de Dilma (Comunicações) foi solto por ordem do ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal. Na semana passada, Paulo Bernardo foi ouvido na PF e negou ter recebido propinas do esquema dos consignados. Ele afirma que não existe contrato da Consist com o Ministério que dirigiu. "O Ministério do Planejamento nunca contratou a Consist." Defesa Em nota, a advogada Verônica Abdalla Sterman afirmou: "O ex-ministro Paulo Bernardo reitera que não participou ou teve qualquer ingerência na celebração ou manutenção do acordo de cooperação técnica celebrado autonomamente entre a Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e as associações de Bancos e Previdência (ABBC e SINAPP). Também reitera que não recebeu qualquer quantia da Consist, direta ou indiretamente."

 

 

Fonte:  Uol

Notícias mais lidas

Quem Somos

A Radio Nocaute tem como principal meta, tocar os sucessos mais antigos em sua programação, não deixando é claro de tocar os sucessos da atualidade. Nossa programação é feita com 60% de músicas antigas. Trabalhamos com muito carinho para oferecer uma programação diferenciada aos nossos ouvintes.
Saiba mais

 

Nossa Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades e promoções em seu e-mail!

Siga-nos pelo Facebook