• Whatsapp:
  • (33)9.9913-6056

Portuguese English Spanish
  • 1

    1

  • 2

    2

  • 3

    3

Messi ataca Conmebol e diz que Brasil controla tudo entidade decide não responder

A Conmebol tenta tratar como naturais – como um desabafo pós-jogo – as declarações de Lionel Messi após a derrota de 2 a 0 para o Brasil, nesta terça-feira, no Mineirão, pelas semifinais da Copa América. Em meio a muitas críticas contra a arbitragem do equatoriano Roddy Zambrano, o camisa 10 também bateu pesado na Confederação Sul-Americana de Futebol. – Espero que a Conmebol faça algo, embora creia que não faça nada, porque o Brasil controla tudo, é muito complicado – disse ele. A confederação não vai responder formalmente às críticas do maior astro da competição. A Conmebol avalia que a atuação de Zambrano foi correta, e que as reclamações da Argentina são compreensíveis porque os lances específicos (dois supostos pênaltis não marcados) são difíceis e o jogo todo foi muito tenso. Na confederação há mais dúvida sobre o lance de Arthur em Otamendi do que no choque entre Daniel Alves e Agüero – aqui, entende-se que o atacante pisa no pé do lateral brasileiro antes de cair. O próprio Daniel Alves disse que foi pisado. – O Agüero me deu um pisão no pé quando foi se desmarcar. Ele que me pisou, por isso foi ao chão. Foram jogadas claras que não foram ver no VAR. Nesta Copa, cansaram de marcar toques de mão bobos, pênaltis bobos, e hoje sequer foram ao VAR.

 

 

Fonte: Globo esporte

Santos vence o Atlético-MG e rouba a vice-liderança do Brasileirão

Eliminado pelo Atlético-MG na Copa do Brasil, na última semana, o Santos se vingou neste domingo. Com uma boa atuação, principalmente no primeiro tempo, o Peixe venceu o Galo por 3 a 1, na Vila Belmiro, e roubou do adversário a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. O VAR entrou em ação na marcação de um pênalti depois que a bola tocou no braço do lateral-esquerdo Fábio Santos no fim do primeiro tempo. A vitória coloca o Santos na segunda posição, com 17 pontos, dois abaixo do líder Palmeiras – a diferença para aumentar para cinco caso a CBF homologue o resultado do triunfo alviverde diante do Botafogo, em Brasília. O Atlético-MG aparece agora em terceiro, com 15 pontos, mais distante da briga pela ponta da tabela. O árbitro Dewson de Freitas assinalou aos 46 minutos do primeiro tempo um pênalti para o Santos ao ver nas imagens um toque no braço de Fábio Santos em cabeceio de Sasha. A marcação aconteceu três minutos depois da jogada ter acontecido. Os atleticanos se preparavam para uma cobrança de escanteio quando o juiz foi até a beirada do campo avaliar o lance anterior. O Santos foi para cima logo no início. Com menos de um minuto, Jean Lucas recebeu cruzamento de Jorge na área e bateu forte para ótima defesa de Victor. Com trocas rápidas de passes, o Peixe continuou em cima e chegou a carimbar a trave em chute de Marinho de fora da área. O Atlético-MG teve muita dificuldade para segurar a bola e escapar do sufoco. Tanto que, até aos 19 minutos, o time da casa havia finalizado nove vezes contra nenhuma dos mineiros. Os santistas chegaram ao gol aos 38 minutos. Jean Mota cobrou falta e Eduardo Sasha, de costas para o gol, desviou no canto direito de Victor. O Peixe aumentou aos 46. Quase três minutos depois, já com a bola posicionada para um escanteio do Galo, o árbitro Dewson de Freitas marcou pênalti em toque de Fábio Santos com o braço na área. Jean Mota bateu e fez o segundo. O Santos quase aumentou o placar, aos sete, depois que Sasha recebeu de Soteldo e chutou com perigo. O Atlético-MG voltou mais ofensivo, forçando a marcação sobre a saída de bola rival. Ricardo Oliveira, aos 13, parou em grande defesa de Everson ao subir de cabeça entre os zagueiros. O Peixe poderia ter aumentado quando Jean Mota recebeu na área e acertou a trave. No minuto seguinte, aos 25, três depois de entrar, Alerrando recebeu na área e bateu na saída do goleiro para descontar. No momento em que o Galo crescia, o Santos fechou a partida aos 36. Sánchez acertou linda cobrança de falta no ângulo esquerdo de Victor e fez um golaço. O mesmo Sánchez e Soteldo ainda tiveram duas chances claras para aumentar, mas desperdiçaram. Substituído no segundo tempo, o atacante deixou o campo irritado ao dirigir-se para o banco de reservas. Nitidamente incomodado, o jogador falou rapidamente com o técnico Rodrigo Santana e atirou um copo de água no chão. Logo em seguida, Alerrando, que entrou no lugar do veterano centroavante, descontou para o Atlético-MG. Após o jogo, Oliveira não quis conceder entrevistas.

 

Fonte: Globo Esporte

Bolsonaro visita Neymar em hospital após jogo do Brasil em Brasília

O presidente Jair Bolsonaro visitou, nesta quarta-feira (5), Neymar em um hospital de Brasília, antes de o jogador ser cortado da Copa América, após sofrer lesão no tornozelo direito. Neymar deixou o campo chorando e contundido ainda no primeiro tempo da partida amistosa entre Brasil e Catar, que terminou com vitória brasileira por 2 a 0. Bolsonaro assistiu ao amistoso no estádio Mané Garrincha, ao lado de outras autoridades. Neymar entrou no hospital de cadeira de rodas. Mais cedo, em entrevista a jornalistas, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, disse que o presidente iria ao vestiário cumprimentar os jogadores, o que não aconteceu. Bolsonaro deixou o estádio e foi diretamente ao hospital encontrar o futebolista. O presidente não foi anunciado no sistema de som do estádio Mané Garrincha. Durante a partida, conversou com ministros, tirou fotos e foi aplaudido por uma parte da torcida que estava próxima a ele. Além de Bolsonaro e Heleno, foram ao estádio deputados, senadores, e outros ministros, como Paulo Guedes (Economia), Marcelo Alvaro Antonio (Turismo) e Fernando Azevedo (Defesa). Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), o ministro do Supremo Marco Aurélio e o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel também assistiram ao amistoso da tribuna de honra do estádio. Jair Bolsonaro deixou o estádio antes do final do segundo tempo, sem falar com jornalistas. Nesta quarta, Bolsonaro comentou, durante um evento em Goiás pela manhã, a acusação de estupro feita por uma mulher contra Neymar. O presidente disse que o jogador está em um “momento difícil”, mas que acredita em Neymar. Ele afirmou que daria um abraço no atacante. Neymar nega a acusação e diz que a relação com a mulher - que viajou à França para se encontrar com o jogador - foi consentida.

 

Fonte:   G1

América-MG sai na frente, mas cede empate ao Coritiba no Independência

Em momentos distintos no Campeonato Brasileiro Série B, América-MG e Coritiba ficaram no 1 a 1 no Estádio Independência, em partida que começou debaixo de forte chuva em Belo Horizonte. Pressionado e na zona de rebaixamento, o Coelho saiu na frente do placar, mas deu espaço para o Coxa empatar no segundo tempo. A equipe mineira, única que ainda não venceu após seis rodadas, soma dois pontos e está na laterna da competição. O alviverde do Paraná vai a nove pontos, na sexta colocação. Dominando as ações ofensivas, o América conseguiu penetrar a área do Coritiba. Aos 3 minutos, chegou a perder chance clara com o volante Juninho, em chute forte pelo alto. Já no fim da primeira etapa, aos 43 minutos, Felipe Azevedo acertou a trave em chute fora da área. Praticamente no mesmo momento, teve uma nova oportunidade. Desta vez, a finalização de Azevedo foi certeira, vencendo o goleiro Wilson. O homem de maior perigo do Coxa era Rodrigão, que deu belo passe para Patrick Brey chutar mascado aos 6 minutos. O Coritiba deu sinais de que buscaria o empate. Logo aos 14 minutos, o meia Giovanni dominou na entrada da área e acertou um belo chute que quicou na frente do goleiro Thiago. A bola beijou a trave. Os paranaenses cresceram e assustaram. Em escanteio, o artilheiro Rodrigão subiu no meio da zaga americana e testou firme, aos 19 minutos, para igualar a partida. O jogo ficou morno mas, pra lá dos 40 minutos, melhorou, com as duas equipes tendo chances claras de gol. Porém, o placar ficou no 1 a 1. Wellington Junior, em duas oportunidades cara a cara com o goleiro, desperdiçou o que seria o gol da vitória do Coxa. O time de Maurício Barbieri segue sendo o único da Série B sem vencer, após seis rodadas. São, ao todo, oito jogos de jejum de vitórias para o Coelho em 2019. No Brasileirão, foram apenas dois pontos somados, com dois empates e quatro derrotas. O Coritiba arrancou um ponto em Belo Horizonte graças, outra vez, ao atacante Rodrigão. O centroavante é o artilheiro da Série B com seis gols marcados. Todos os gols do Coxa na competição saíram dos pés e cabeça do seu camisa 9. O América agora pega as malas e encara o CBR, em Alagoas, no próximo dia 8, às 20h30, no Rei Pelé. O Coritiba, por sua vez, jogará no Couto Pereira no mesmo dia, fazendo clássico com o Paraná Clube, às 18h do mesmo sábado (8).

INDUSTRIAL F.C É CAMPEÃO

Conselheiro Pena – A Associação Atlética do Banco do Brasil ( AABB) promoveu um torneio de Futebol Society em que 8 times disputaram o caneco, com a final realizada no domingo, 02/03 em Conselheiro Pena. O torneio serviu para efetivar o congraçamento de equipes de toda cidade, para sócios e não sócios do clube. Na chave A disputaram: AABB 1, Uirapuru, Santa Cruz, João Pinto e na Chave B se inscreveram: AABB 2, Zé Rodrigues, Industrial ( Barra do cuieté) e Coopmista. A final foi disputada no domingo, 02, entre os times: Zé Rodrigues e Industrial – Vitória do Industrial por 2×1 A comissão organizadora do Clube, destacou o Jogador Daniel do Industrial da Barra do Cuieté, como foi o melhor goleiro, Paulo Henrique da AABB foi o artilheiro com 6 gols.

 

Fonte: Noticias no leste

Com gol de Vizeu, Grêmio domina e vence o Atlético-MG na Arena

O confronto na Arena foi um domínio praticamente total do Grêmio sobre o Atlético-MG. Com mais posse e aproveitando o fato de o time visitante preocupar apenas com a marcação, os donos da casa foram soberanos na maior parte dos 90 minutos, mas só conseguiram vencer por 1 a 0, em gol marcado por Felipe Vizeu, no início do segundo tempo. O Tricolor gaúcho parou em Victor e na pontaria ruim de André, que perdeu um pênalti no primeiro tempo. Totalmente apático, o Galo esboçou uma reação no fim, mas sem sucesso. O primeiro tempo foi totalmente dominado pelo Grêmio, que chegou a ter mais de 80% de posse de bola em alguns momentos, dez escanteios contra nenhum do Atlético-MG e foi responsável pelas principais chances. O time gaúcho só não fez 1 a 0 porque Victor salvou o Galo com grandes defesas e porque André perdeu um pênalti na reta final da primeira etapa. Sem criatividade, o Atlético foi presa fácil. A pressão do Grêmio no primeiro tempo só foi surtir efeito no segundo e nem demorou muito. Logo aos dois minutos, Felipe Vizeu aproveitou sobra de bola na área e bateu forte para fazer 1 a 0. Com a desvantagem no placar, o Galo passou a atacar mais em busca do empate, mas parou em duas boas defesas de Paulo Victor. Pouco para quem buscava um gol, pois o Atlético-MG viu o Grêmio dominar as jogadas e a posse, mesmo com vantagem. Apesar da derrota, o Galo segue na vice-liderança, com 12 pontos - agora com quatro pontos a menos que o Palmeiras. No entanto, pode deixar o G-4 com os resultados deste domingo. Já o Grêmio, que venceu a primeira no Brasileirão, deixou a zona de rebaixamento e chegou aos cinco pontos, na 16ª posição.

Please publish modules in offcanvas position.