• Whatsapp:
  • (33)9.9913-6056

Portuguese English Spanish
  • 1

    1

  • 2

    2

  • 3

    3

RESPLENDOR COMEÇA A RECEBER EQUIPAMENTOS PARA IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SAMU

O Prefeito de Resplendor, Diogo Scarabelli esteve na manhã da terça-feira (22/06) no 6.º Pelotão do Corpo de Bombeiros juntamente com o Secretário Municipal de Saúde Agnaldo de Oliveira Sousa, Nárcelio Costa Secretário Executivo do CONSURGE (Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência e Emergência do Leste de Minas) e o comando do Corpo de Bombeiros para alinharem a implantação do SAMU, Corpo de Bombeiros e o Serviço de Urgência e Emergência, que trabalharão juntos, numa base integrada.

Segundo informações do Pelotão de Corpo de Bombeiros,  a base de Resplendor começou a receber os móveis, aparelhos, material de expediente, material gráfico, material de limpeza e higienização, tecidos e afins, e material de copa e cozinha para o devido funcionamento.  Entre os equipamentos e que estão  para chegar,  estão  as ambulâncias que serão utilizadas no serviço de urgência.

A administração municipal de Resplendor começa a fazer a reestruturação e fortalecimento da saúde pública e aponta que a implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência seja uma prioridade.

O SAMU será gerido pelo Consórcio Intermunicipal, com custeio rateado entre União, Estado e Municípios.  A implantação do serviço naquela cidade teve o empenho da deputada Celise Laviola, junto ao Governo de Minas. 51 municípios estão pactuados para receber o serviço, com possibilidade de atender mais de 776.203 pessoas do Vale do Rio Doce e da Microrregião, segundo dados.

 

Fonte: Noticias no leste

PREFEITO DE SANTA RITA DO ITUÊTO É ACUSADO DE DESVIO DE RECURSOS EM SUPERFATURAMENTO DE SERVIÇOS FUNERÁRIOS

A Câmara de Vereadores daquela cidade, através de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), criada em outubro de 2019, concluiu seus trabalhos, no final de abril de 2020, apontando que o Prefeito, superfaturou serviços funerários na prefeitura. A Câmara recebeu denúncia de irregularidades nos serviços funerários e a requerimento dos vereadores José Alonso Benincá (PSDB), Jonadir Dias Ferreira (PL) e Adriana Maria Geralda Prata (PRB), foi criada a CPI para investigar e apurar o caso. Vários documentos foram analisados, processos de licitatórios, pagamentos, dentre outros. A comissão também fez a oitiva de diversas testemunhas, dentre elas, alguns familiares de falecidos que supostamente haviam sido beneficiados com o auxílio funeral. O Prefeito Firmino Ton chegou a ajuizar uma ação judicial alegando falhas no inquérito, pedindo a anulação do processo. O Juiz de Direito da Comarca de Resplendor-MG, negou o pedido e reconheceu que não houve irregularidades na investigação. O Prefeito recorreu da decisão, tendo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais autorizado a continuidade dos trabalhos da CPI. Segundo informou o site Tribuna do Vale, ficou comprovado no inquérito o superfaturamento, pois os caixões e os serviços funerários eram pagos em valor muito superior ao valor de mercado. A CPI concluiu que houve vários pagamentos de serviços funerários à uma empresa funerária que presta serviços no município, que sequer haviam sido prestados. Segundo o site Tribuna do Vale, o vereador José Alonso, que atuou como presidente da CPI, informou que várias pessoas que foram ouvidas ficaram assustadas quando tomaram conhecimento de que a Prefeitura havia feito o pagamento dos serviços funerários de seus familiares à funerária investigada, pois os serviços haviam sido prestados por outra funerária e nunca havia sido apresentado requerimento de auxílio à Prefeitura. O Presidente da Câmara dos Vereadores de Santa Rita do Itueto, vereador Odenir Raposo de Oliveira, disse que a CPI foi criada para apuração da verdade dos fatos, uma vez que é atribuição da Câmara investigar e fiscalizar a Prefeitura e que todo trabalho foi conduzido dentro da legalidade, não havendo em momento algum a intenção de perseguir o Prefeito, até porque é obrigação dos vereadores resguardar o interesse público e proteger os cofres públicos”, concluiu. O Prefeito pode ser indiciado por crime de improbidade administrativa. Segundo a Câmara Municipal, cópias do processos foram encaminhados ao Ministério Público, ao Tribunal de Contas e também ao GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). A reportagem do Jornal A Tribuna, diz que tentou contato na prefeitura de Santa Rita do Itueto-MG para ouvir o prefeito Firmino Tom, porém ele não estava na prefeitura.

 

Fonte: Jornal a Tribuna

Ameaça de agressão termina em prisão em Resplendor

Um idoso de 80 anos e uma mulher foram detidos pela Polícia Militar neste domingo (1º), após ameaças de agressão no município de Resplendor, no Vale do Rio Doce. De acordo com informações da PM, uma mulher foi até a residência de um idoso para receber uma quantia de um programa que teria feito com ele. Conforme a ocorrência, o idoso se negou a pagar a quantia. A mulher ficou enfurecida e começou a arremessar pedras na direção da casa dele. Então, ele pegou um revólver e efetuou dois disparos em direção da mulher, que não foi atingida. Os militares abordaram o idoso que, a princípio, teve resistência, mas, em seguida, entregou um revólver calibre 38, municiado com três cartuchos intactos e dois cartuchos deflagrados para os militares. A arma de fogo foi apreendida. Os dois foram detidos e levados para a delegacia de Governador Valadares.

 

Fonte: DRD

MANHUAÇÚ DEBAIXO D'AGUA

MANHUAÇÚ  DEBAIXO D'ÁGUA

 

Fortes chuvas e temporais atingem a cidade de Manhuaçú. Trombas D'água cairam na cabeçeira do rio Manhuaçú. Autoridades alertam moradores as margens do rio Manhuaçú. Moradores da ciade de Aimorés onde o rio Manhuaçú deságua  também  já  estão  em  alerta total.

 

Fonte: Theógenes Nazaré  TNTV

Vídeo relacionado

Vale suspende viagem de trem, e passageiros precisam retornar para Cariacica

Um trem partiu da estação Pedro Nolasco, em Cariacica, na manhã deste sábado, mas, instantes depois da partida, alguns passageiros que fariam apenas um bate e volta na cidade de Resplendor, em Minas Gerais, precisam descer do veículo. Devido às fortes chuvas, o trem que sairia de Belo Horizonte para Vitória não irá circular neste sábado (25). Por esse motivo, a família que estava a bordo precisou retornar a estação, pois não conseguiria retornar para a Vitória. Os passageiros desceram na Estação Flexal e voltaram de ônibus para a Estação Pedro Nolasco para receber o reembolso ou remarcar a viagem. No grupo, estavam cerca de 30 adultos e 10 crianças, todos da mesma família, mas alguns de outros estados. A Vale explicou que não informou os passageiros antes da partida porque não obteve informações previamente. Os passageiros ficaram revoltados no momento que foram informados que precisariam sair do trem.

 

Fonte: Folha Vitória

Onibus com alunos de Governador Valadares tomba próximo a Cidade de Serro

Após um ônibus tombar na BR-259, próximo a Serro (MG), na manhã desta segunda-feira (18), um dos passageiros contou ao G1 como foi o acidente. Segundo o estudante de direito Pedro Paulo Nunes, o grupo que estava no veículo havia saído de Montes Claros retornando para Governador Valadares após participarem de jogos universitários. De acordo com o rapaz, o motorista fez manobra para tombar o veículo e evitar uma tragédia maior. Segundo a Polícia Militar, o acidente foi em trecho conhecido como Morro do Paiol. Havia 51 pessoas no veículo; duas delas ficaram presas às ferragens, mas foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros. Não há mortos. Ainda segundo o estudante, parte dos passageiros estava utilizando o cinto de segurança, esses não se feriram, mas não havia cinto em todas poltronas. Ainda de acordo com o estudante, vários moradores da região auxiliaram após o acidente. “Os próprios moradores ajudaram, ajudaram a pegar mala, disponibilizaram casa para a gente deixar as malas. Estamos agora aguardando, tem gente que já ligou para a família vir buscar, mas outros estão esperando para saber como será o transporte”, afirmou Pedro Paulo.

 

Fonte: G1/Vales

MOTORISTA DE CARRETA MORRE EM ESTACIONAMENTO NA BR 259

O corpo de um homem foi encontrado dentro da cabine de uma carreta, no dia 31/08, no estacionamento do local conhecido por Mineirão, na altura do km 43 da BR-259. Os militares foram chamados ao local, bem como o Corpo de Bombeiros de Resplendor, para retirarem o corpo de Valdeir Fagundes Ferreira, que não tinha sinal de lesões aparentando ter sido morte natural. Segundo relatou uma testemunha aos militares, o condutor estacionou a carreta no pátio do Mineirão por volta das 20h30min do dia 30/08, e na manhã seguinte foi visto entrando no caminhão, ligou o veículo, não saindo do local. A testemunha achou estranho que o condutor estava caído ao lado do volante do veiculo, e chamou a polícia. A proprietária da carreta foi avisada, e encaminhou um funcionário para recolher o veículo e tomar as providencias na remoção do corpo para a cidade de Vitória – Es. O corpo foi liberado para uma funerária local.

 

Fonte: Notícias no leste

Ônibus de turismo que seguia de Minas para Bahia pega fogo na BR-116

Um incêndio destruiu parte de um ônibus de turismo que transportava 60 pessoas na madrugada desta quinta-feira (22), em Governador Valadares. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o veículo saiu de Belo Horizonte e seguia na BR-116, em direção à Porto Seguro (BA). As chamas começaram na parte traseira, por volta das 3h30. Ainda de acordo com a PRF, todos os ocupantes conseguiram deixar o ônibus sem ferimentos, mas parte das bagagens foram destruídas pelo fogo. O Corpo de Bombeiros foi acionado e utilizou três mil litros de água para apagar as chamas. As causas do incêndio não foram informadas. Até a manhã desta quinta, os passageiros ainda estavam às margens da BR-116 aguardando novo veículo para seguir viagem, mas a empresa responsável informou que foram enviados dois ônibus à Governador Valadares, ainda nesta manhã. Segundo a empresa, um dos veículos continuará o trajeto para Porto Seguro, o outro retornará para a capital mineira com as pessoas que desejarem. Em relação às bagagens, a empresa informou que vai levantar quais pessoas tiveram as malas destruídas, o valor dos prejuízos, e ressarcirá os danos.

 

Fonte: G1

Ministérios Públicos e Defensorias do ES contestam liberação do consumo de pescado do Rio Doce

Os Ministério Públicos e Defensorias Públicas do Espírito Santo divulgaram, nesta sexta-feira (7), uma nota pública contestando a liberação do consumo de pescado do Rio Doce, contaminado após o rompimento da barragem da Samarco em Mariana, em Minas Gerais. O consumo de quantidades limitadas foi autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta semana. De acordo com a Anvisa, é seguro para adultos e jovens acima de 10 anos o consumo diário de até 200 gramas de peixe (ou 1,4 kg por semana). Para crianças de até 10 anos e gestantes, o limite diário é de até 50 gramas (ou 350 gramas semanais). No entanto, no entendimento dos Ministérios Públicos e das Defensorias Públicas, “as conclusões da Anvisa, na verdade, reforçam a existência de um quadro crônico de contaminação do pescado na Bacia do Rio Doce”. Para a instituição, é necessário continuar com todos os programas socioeconômicos em andamento pela Fundação Renova, além de expandi-los às comunidades que ainda não foram contempladas. Além disso, as instituições de Justiça entendem que persistem dúvidas a respeito da qualidade do pescado e disseram que a orientação foi “descontextualizada”. Os órgãos também disseram que adotarão as medidas cabíveis. Em nota, a Fundação Renova afirmou que a divulgação de decisões e estudos científico é necessária para o cumprimento do termo de transação e ajustamento de conduta estabelecido para reparar os impactos. De acordo com a fundação, a divulgação da nota técnica garante o acesso a informação e dá conhecimento de suas ações às instituições e autoridades envolvidas em todo o processo.

 

Fonte: G1

Vaquejada de Gov. Valadares pode não ocorrer pelo terceiro ano consecutivo

Se depender do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a Vaquejada de Governador Valadares será cancelada pelo terceiro ano consecutivo. Previsto para ocorrer entre os dias 14 a 17 de junho, no Parque de Exposições da cidade, o evento foi considerado impróprio por maus-tratos a animais. A vaquejada consiste na tentativa de dois vaqueiros montados a cavalo de derrubar um boi, puxando-o pelo rabo. Em decisão monocrática, o desembargador Dárcio Lopardi Mendes estipulou uma multa diária de R$ 10 mil em caso de descumprimento da proibição. “Não se pode admitir que os animais sejam submetidos a maus-tratos e à crueldade apenas por diversão da população do município de Governador Valadares”, registrou. As vaquejadas que ocorrem no Brasil vêm sendo questionadas há algum tempo. Em 2016, o Supremo Tribunal Federal (STF) declarou inconstitucional uma lei estadual que regulamentava a festividade como atividade desportiva e cultural do Ceará. Para o STF, o problema estaria nas situações de crueldade a que os animais ficam submetidos, contrariando trecho da Constituição Federal que os coloca a salvo de maus-tratos. Por outro lado, também em 2016, o Congresso Nacional aprovou uma lei que considerou a vaquejada uma manifestação cultura nacional e de patrimônio cultural imaterial. Já em 2017, foi promulgada uma Emenda Constitucional que não considera cruéis as práticas desportivas com animais, desde que sejam manifestações culturais. Em meio à polêmica, a 48ª Vaquejada de Governador Valadares vive indefinições desde 2017. Naquele ano, no mesmo dia em que o evento se iniciaria, o TJMG determinou o cancelamento da atividade. Mesmo assim, os shows marcados foram realizados. No ano seguinte, em 2018, o evento foi mais uma vez contestado judicialmente. Após idas e vindas, a vaquejada acabou sendo autorizada, mas os organizadores do evento decidiram pela não realização.

 

 

Fonte: Uai

Please publish modules in offcanvas position.