Equipe
Rádio Nocaute

Rádio Nocaute

Nesta quinta-feira (28) o Diário Oficial da União (DOU) publicou uma determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), proibindo a venda e a distribuição em todo o país de quatro lotes de extrato de tomate das marcas "Amorita", "Aro", "Elefante" e "Predilecta", e de um lote de molho de tomate tradicional da marca "Pomarola". A decisão foi tomada após um laudo encontrar pelo de roedor acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente. Com a determinação, as fabricantes terão que recolher os produtos do mercado. Veja os produtos que devem ser recolhidos: - Extrato de tomate Predilecta - Lote 213 23IE - Validade 03/2017 - Extrato de tomate Aro - Lote 002 M2P - Validade 05/2017 - Molho de tomate tradicional Pomarola - Lote 030903 - Validade 31/08/2017 - Extrato de tomate Elefante - Lote 032502 - Validade 18/08/2017 No último dia 18 de julho, a Anvisa já havia proibido a comercialização e distribuição de um lote do extrato de tomate da marca "Heinz", que possui pelo de roedor acima do limite tolerado.

 

 

Fonte: Diarioonline

Os atletas brasileiros foram oficialmente recepcionados na manhã deste domingo (31), na Vila Olímpica. Mais de 100 convidados participaram do evento, entre funcionários do Ministério Esporte, Forças Armadas e Comitê Rio-2016. A festa terminou com samba e muita dança. Entre os cerca de 60 competidores brasileiros presentes no local, um dos destaques foi o atleta do hóquei na grama, Bruno Mendonça, atleta-militar que prestou continência durante toda a execução do Hino Nacional. Ele é sargento da aeronáutica. "Acho completamente normal. É uma maneira de mostrar respeito ao país, à bandeira e até aos nossos adversários", comentou Bruno. A cerimônia ainda teve um momento em que todos cantaram o Hino à capela, gesto que ficou famoso na Copa do Mundo de 2014. O humorista Fábio Porchat, um dos padrinhos do Time Brasil, participou da celebração. O prefeito do Rio Eduardo Paes também esteve no local e se vestiu como os atletas, com um agasalho da delegação brasileira. A cerimônia de apresentação dos atletas brasileiros na Vila Olímpica foi um pouco diferente de outras delegações, quando participaram da celebração apenas os atletas e membros da equipe. A principal delas foi a realização de todos os discursos em português.

 

 

Fonte:  Bol

O astro pop Justin Bieber disse não a um cachê de US$ 5 milhões (mais de R$ 16 milhões) oferecido por um show na convenção republicana que confirmou o bilionário Donald Trump como candidato à presidência dos EUA, informou nesta sexta-feira (29) o site TMZ. Segundo a publicação, que cita fontes da CAA, empresa que representa o cantor, o ídolo do basquete LeBron James, amigo de Bieber, o aconselhou a negar a oferta. Seu agente também teria chegado a ameaçar pedir demissão caso a apresentação fosse confirmada. O show duraria 45 minutos e aconteceria em um local próximo à Quicken Loans Arena, em Cleveland, onde a convenção foi realizada entre 18 e 21 de julho. Os contratantes teriam argumentado que não se tratava de um "ato político", nem de uma declaração de apoio a Trump. Pelo contrato citado pelo TMZ, o cachê e os custos de produção seriam bancados por doadores da campanha do Partido Republicano. Os milhões seriam pagos ao cantor antes mesmo de ele subir ao palco. Bieber é o mais recente de uma lista de artistas que expressaram rejeição ao candidato republicano, a maioria pelo uso de suas músicas em peças publicitárias e eventos de campanha. Rolling Stones, Queen, R.E.M, Adele, Neil Young, entre outros, já fizeram reclamações públicas relacionadas a Trump.

 

 

Fonte:  G1

Autoridades do estado do Texas, nos Estados Unidos, confirmaram que 16 pessoas morreram depois que um balão de ar quente pegou fogo e caiu na região central do estado na manhã deste sábado (30). O xerife Daniel Law, do Condado de Caldwell, afirmou que a delegacia recebeu uma chamada de emergência na manhã deste sábado sobre a possibilidade de um acidente de carro. Policiais encontraram um incêndio em uma estrada e a cesta do balão. Segundo o Departamento de Segurança Pública do Texas, 16 pessoas morreram no acidente. Investigadores estão determinando a identidade das vítimas neste momento. Lynn Lunsford, da Administração Federal de Aviação (FAA) dos EUA disse em um comunicado que o acidente ocorreu pouco depois das 7h40 do horário local perto da cidade de Lockhart, no Texas, segundo a Associated Press. O balão caiu sobre um pasto. O acidente ainda está sendo investigado. O governador do Texas, Greg Abbott, divulgou uma declaração oferecendo suas condolências a todos os afetados pela tragédia. "Nossos pensamentos e orações estão com as vítimas e suas famílias, assim como a comunidade de Lockhart. A investigação sobre a causa deste trágico acidente continuará, e eu peço para todo o Texas se juntar a nós nas orações por aqueles que se foram."

 

 

Fonte: G1

Um caminhoneiro de 32 anos foi preso com sacos de café que foram roubados de um depósito na noite dessa sexta-feira (29), na zona rural de São Domingos das Dores (MG). Segundo a Polícia Militar, cinco pessoas participaram do crime e estão sendo procuradas. Ainda de acordo com a PM, enquanto dois bandidos colocavam a mercadoria no caminhão, os comparsas renderam moradores de uma casa, que fica ao lado do depósito. Em seguida, eles fugiram sentido a BR-116. A polícia realizou um cerco bloqueio e conseguiu localizar o veículo. O motorista de 32 foi preso e encaminhado à delegacia de Caratinga (MG). Ele disse à PM que não tinha envolvimento com o crime e que estava apenas fazendo um frete. O caso será investigado. Os militares recuperaram 119 sacos de café.

 

 

Fonte:  G1

A Polícia Federal indiciou criminalmente o ex-ministro Paulo Bernardo (Planejamento do governo Lula) na Operação Custo Brasil - investigação sobre suposto desvio de R$ 100 milhões de empréstimos consignados no âmbito do Planejamento, entre 2010 e 2015. A PF enquadrou Paulo Bernardo por integrar organização criminosa e corrupção passiva. O inquérito da Custo Brasil foi relatado pela PF na sexta-feira (22) e enviado à Justiça Federal. Agora, o Ministério Público Federal vai analisar o inquérito para denunciar ou não o ex-ministro e outros envolvidos na Custo Brasil, entre eles o ex-tesoureiro do PT, Paulo Ferreira. Paulo Bernardo foi preso na Operação Custo Brasil no dia 23 de junho, sob suspeita de recebimento de propinas de R$ 7,1 milhões do esquema Consist, empresa de software contratada em sua gestão em 2010 para administrar contratos de consignados com entidades de bancos e previdência - Associação Brasileira de Bancos Comerciais e para o Sindicato das Entidades de Previdência Privada. A Consist teria cobrado uma taxa em valor quatro vezes superior ao de mercado. A Custo Brasil é um desdobramento da Pixuleco II que, em agosto de 2015, descobriu o esquema dos consignados. Um dos alvos da Pixuleco II, o advogado Alexandre Romano, o Chambinho, fez delação premiada e revelou os bastidores do caso Consist. Valores obtidos ilicitamente teriam abastecido a campanha de Gleisi Hoffmann (PT-PR), mulher de Paulo Bernardo, ao Senado em 2010. A Custo Brasil prendeu também o advogado Guilherme Gonçalves, de Curitiba, que teria realizado repasses do esquema Consist para o ex-ministro e para bancar despesas eleitorais de Gleisi. Gonçalves nega elo com o esquema. Seis dias depois de sua prisão - decretada pelo juiz Paulo Bueno de Azevedo, da 6.ª Vara Criminal Federal em São Paulo -, o ex-ministro de Lula e também de Dilma (Comunicações) foi solto por ordem do ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal. Na semana passada, Paulo Bernardo foi ouvido na PF e negou ter recebido propinas do esquema dos consignados. Ele afirma que não existe contrato da Consist com o Ministério que dirigiu. "O Ministério do Planejamento nunca contratou a Consist." Defesa Em nota, a advogada Verônica Abdalla Sterman afirmou: "O ex-ministro Paulo Bernardo reitera que não participou ou teve qualquer ingerência na celebração ou manutenção do acordo de cooperação técnica celebrado autonomamente entre a Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e as associações de Bancos e Previdência (ABBC e SINAPP). Também reitera que não recebeu qualquer quantia da Consist, direta ou indiretamente."

 

 

Fonte:  Uol

O Partido Democrata vota nesta terça-feira (26) a indicação de Hillary Clinton como candidata à presidência dos Estados Unidos. O ex-presidente dos EUA e marido de Hillary, Bill Clinton, é um dos oradores mais esperados para o segundo dia da Convenção Nacional Democrata. Bill Clinton é considerado uma referência fundamental para os democratas e deverá levar muito peso à candidatura da esposa. Hillary já tem o número suficiente de delegados para garantir a vitória na votação que será realizada no Wells Fargo Center da Filadélfia. Dessa forma, deverá ser a primeira mulher indicada formalmente como candidata presidencial, tendo como vice o senador Tim Kaine. Começo difícil No primeiro dia da Convenção, o pequeno estádio Wells Fargo Center foi palco de um ensurdecedor duelo entre os seguidores de Hillary e os do senador Bernie Sanders. Quando a pastora Cynthia Hale, convocada para as orações de abertura dos trabalhos, pronunciou o nome de Hillary, foram claras as vaias seguidas de um intenso coro "Bernie, Bernie". Os delegados da ex-secretária de Estado fizeram sua parte e devolveram com um igualmente estrondoso "Hillary, Hillary". O partido chegou à Convenção Nacional profundamente dividido e em crise, após o escândalo pelo vazamento de e-mails da direção do partido durante as prévias. A secretária do Comitê Nacional Democrata e prefeita da cidade de Baltimore, Stephania Rawlings Blake, encarregou-se de abrir os trabalhos da convenção, já que a presidente do partido, a representante Debbie Wasserman Schultz (Flórida), renunciou no domingo. Instantes depois do início da convenção, o Comitê Nacional do Partido Democrata pediu desculpas a Sanders por comentários sobre sua campanha. Na sexta-feira, o vazamento na plataforma WikiLeaks de quase 20.000 e-mails privados de lideranças do partido mostrou como beneficiaram a campanha de Hillary Clinton e até discutiram formas de prejudicar Sanders. "Em nome de todos os integrantes do Comitê Nacional, queremos apresentar nosso profundo e sincero pedido de desculpas ao senador Sanders, a seus seguidores e a todo o Partido Democrata, pelos imperdoáveis comentários feitos nos e-mails", diz o comunicado. De acordo com a nota, o partido "não tolera, nem vai tolerar linguagem desrespeitosa" com os candidatos. Durante as prévias eleitorais, Sanders, que se autointitula um socialista democrático, protagonizou uma disputa inesperadamente apertada com a ex-primeira-dama, estimulando eleitores jovens e liberais com seus clamores para conter Wall Street e erradicar a desigualdade de renda. Pessoas ligadas a Hillary Clinton sugeriu que os hackers russos, que teriam roubado as mensagens, fizeram isso "para ajudar Donald Trump". O FBI (a Polícia Federal americana) anunciou que "está trabalhando para determinar a natureza e o alcance" do ciberataque dos servidores de e-mail do Comitê Nacional Democrata.

 

Fonte:  G1

Metallica e Rihanna comandarão o próximo Global Citizen Festival, que mobilizará os fãs na luta contra a pobreza no mundo. O festival, marcado para o dia 24 de setembro no Central Park de Nova York, "vende" entradas com base em ações tais como mensagens em redes sociais e cartas para promover projetos de desenvolvimento. A 5ª edição do festival incluirá Metallica, em um dos poucos shows planejados para 2016 pela banda pioneira do metal, ainda que cresçam as expectativas de o grupo lançar um novo álbum ainda este ano. Rihanna aparecerá no Global Citizen Festival semanas depois de terminar a turnê mundial de "Anti". Entre os artistas cotados para aparecer no eventos está a sensação do pop Selena Gomez, Major Lazer, cujo sucesso "Lean On" é a música mais escutada no Spotify, o rapper Kendrick Lamar, e convidados como Usher e Yusuf Islam, antes conhecido como Cat Stevens.

 

 

Fonte:  G1

A oferta de 150 vagas de trabalho de uma multinacional reuniu uma verdadeira multidão de candidatos no local onde era feita a seleção, nesta terça-feira (26), em Goiânia. A quantidade de pessoas era tão grande que a fila formada pelos interessados chegava a dobrar o quarteirão. As entrevistas eram feitas no prédio da Associação Comercial Industrial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg), no Setor Oeste. A assessoria de imprensa órgão afirmou que o espaço foi locado pela empresa para a realização do procedimento. As vagas são para o cargo de auxiliar de produção, que atuaram na fábrica instalada em Senador Canedo, Região Metropolitana de Goiânia. Além do salário de R$ 965, a empresa oferece benefícios como plano de saúde e odontológico, refeições no local de serviço e ônibus que busca e leva o funcionário. O processo foi realizado entre 8h e 16h. O processo é realizado por uma empresa de gestão de pessoas. O G1 tentou contato para obter informações sobre a quantidade de candidatos que passaram pela seleção, mas as ligações não foram atendidas.

 

 

Fonte:  G1

Quem Somos

A Radio Nocaute tem como principal meta, tocar os sucessos mais antigos em sua programação, não deixando é claro de tocar os sucessos da atualidade. Nossa programação é feita com 60% de músicas antigas. Trabalhamos com muito carinho para oferecer uma programação diferenciada aos nossos ouvintes.
Saiba mais

 

Nossa Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades e promoções em seu e-mail!

Siga-nos pelo Facebook