Ver todas Notícias

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reembolsou os US$ 130 mil que seu advogado Michael Cohen pagou à estrela pornô Stormy Daniels por seu silêncio sobre um relacionamento com o magnata, admitiu nesta quarta-feira (2) o ex-prefeito de Nova York e advogado do presidente, Rudy Giuliani. No Twitter, Trump confirmou o reembolso. "Este dinheiro pago pelo advogado (...) o presidente reembolsou ao longo de vários meses", disse Giuliani, que recentemente se somou à equipe de advogados de Trump. Em entrevista à Fox News, Giuliani destacou que o pagamento não violou as regras que orientam o financiamento de campanha, porque "não envolveu dinheiro de campanha". "Foi perfeitamente legal". Trump negava ter conhecimento do pagamento a Daniels, mas na semana passada admitiu que Cohen chegou a um acordo de confidencialidade com a mulher em seu nome. Nesta quinta, o presidente escreveu uma série de tuítes em que diz que confirma o reembolso a Cohen e diz que ele não usou fundos de campanha.

 

Fonte:  G1

 

O Supremo Tribunal Federal (STF) validou nesta quinta-feira (3) uma regra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que proíbe o uso de telemarketing para fazer propaganda eleitoral. Fixada em 2014 pelo TSE, a proibição foi contestada no STF pelo Avante. O partido alegou que a norma fere a liberdade de expressão dos candidatos. O julgamento foi iniciado em abril e, na ocasião, o relator, ministro Edson Fachin, votou em favor da proibição, sob o argumento de que não há qualquer censura na medida. "Não há nem pode haver censura de conteúdo, em hipótese alguma. Trata-se apenas de uma restrição constitucionalmente assegurada quanto ao meio do qual se vale para proteger a intimidade e a vida privada", explicou o ministro na sessão desta quinta. Fachin foi acompanhado por outros sete ministros:

 

Fonte:  G1

 

Uma operação integrada das Unidades do Comando de Operações Especiais (COE), do 18ºBPM (Jacarepaguá) e da UPP Cidade de Deus na comunidade deixou pelo menos seis pessoas mortas e outras três feridas, nesta quinta-feira (3), na Zona Oeste do Rio. A informação é da Secretaria Municipal de Saúde. Ainda segundo a SMS, os três feridos foram encaminhados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, mas seis outras pessoas já chegaram sem vida ao local. Pelo menos um dos feridos foi transferido para o Hospital Central da Polícia Milita. Um policial do Batalhão de Operações Especiais (Bope) também foi baleado na perna e socorrido por outros policiais. A operação, que foi deflagrada para buscar e prender suspeitos envolvidos na morte de um capitão da Polícia Militar, ainda estava em andamento por volta das 17h. Pela manhã, duas das principais vias da cidade, a Linha Amarela e a Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, foram interditadas por quase duas horas devido a trocas de tiros entre policiais e homens armados. Segundo a Polícia Militar, foram apreendidos dois fuzis e quatro pistolas.

 

Fonte:  G1

 

O prédio vizinho ao edifício Wilton Paes de Almeida, que desmoronou no Largo do Paissandu, no Centro de São Paulo, corre risco de desabar, informou nesta quinta-feira (3) o major do Corpo de Bombeiros que comanda as operações de buscas nos escombros. Técnicos da Defesa Civil avaliaram que sua estrutura está condenada. Segundo o secretário da Segurança Pública, Mágino Alves, equipamentos dos bombeiros detectaram movimentação sensível no prédio, que fica na Rua Antônio de Godói, números 8 e 26. As máquinas e os trabalhadores foram retirados às pressas da área próxima ao edifício, que foi isolada. Na região dos entulhos, porém, os trabalhos com retroescavadeiras seguem normalmente. Oficialmente, quatro pessoas estão desaparecidas. Parentes de outros moradores foram até o local procurar por informações. O prédio também foi atingido pelo incêndio iniciado no Wilton Paes de Almeida. A lateral dele apresentou rachaduras e um buraco se abriu após o desmoronamento.

 

Fonte: G1

Um policial militar matou a ex-companheira e fugiu sequestrando a filha de 4 anos na noite desse sábado em Santos Dumont, na Zona da Mata. De acordo com a PM, Gilberto Novaes, de 35 anos, chegou armado na casa da vítima, Sthefania Ferreira, de 29, e disparou várias vezes contra ela. Logo depois, pegou a criança e saiu em um Pálio de cor cinza. Ele estava afastado de suas funções há cerca de três meses por conta de problemas psicológicos. De acordo com o boletim de ocorrência, Sthefania estava em casa, no Bairro Córrego de Ouro, com o namorado quando o militar chegou. O casal havia pedido comida e, quando o motoboy chegou para fazer a entrega, o namorado da vítima desceu. Ele contou à polícia que nesse momento Gilberto aproveitou a ocasião e saiu do carro com a arma da mão. O namorado da vítima tentou impedir, mas o militar afastado subiu as escadas da casa, encontrou Sthefania e disparou várias vezes. O namorado contou à polícia que se escondeu atrás de um poste ao ouvir os disparos.

 

Fonte:  O Tempo

A partir desta segunda-feira (16), cheques de qualquer valor serão compensados em um dia útil. A nova regra segue determinação da circular nº 3859, publicada pelo Banco Central em novembro do ano passado. De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a mudança no prazo foi possível após a implementação da compensação por imagem, a partir de 2011. Esse processo reduziu o tempo e os gastos com transporte e eliminou, também, as trocas físicas que antes eram feitas. Outro fator que contribuiu para a redução no prazo de compensação, segundo a entidade, foi queda no número de cheques liquidados no país. Em 2017, foram compensados 494 milhões de cheques, 85% menos que o registrado 1995, quando foram pagos 3,3 bilhões de cheques. Para 1º de julho estão previstas mudanças em relação ao cheque especial. De acordo com as novas regras, as instituições financeiras terão de oferecer ao consumidor uma alternativa mais barata para parcelamento do saldo devedor do cheque especial. Assim, quando o cliente “entrar” no cheque especial, o banco deverá comunicá-lo imediatamente, por meio de alerta, sobre a contratação do produto e que se trata de uma modalidade de crédito de uso temporário. Segundo a Febraban, o valor do limite de crédito do cheque especial deverá ser informado nos extratos, de forma clara, para que não seja confundido com os valores mantidos em depósito feito pelo consumidor, conta-corrente.

 

Fonte: Hojeemdia

Segunda, 16 Abril 2018 08:39

Radialista Paulo Barboza morre em SP

O radialista Paulo Roberto Machado Barbosa morreu na madrugada desta segunda-feira na cidade de São Paulo. Ele sofreu um infarto fulminante e, segundo informações da família, o velório acontece às 9h no cemitério Horto da Paz, em Itapecerica, na Grande São Paulo. A cremação deve acontecer às 17h. Paulo Roberto trabalhava na SuperRádio, mas já trabalhou na Rádio Globo, Tupi e América.

 

Fonte:  G1

Uma médica dermatologista foi detida na noite desse sábado (14) suspeita de ter atropelado e matado um pedestre, na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá. De acordo com as polícias Militar e Civil, Letícia Bortolini, de 37 anos, estava com o marido em um carro, modelo SUV, quando atropelou Francisco Lúcio Maia, de 48 anos. Francisco empurrava um carrinho de verdura para o canteiro da avenida quando foi atingido pelo automóvel. Letícia e o marido não prestaram socorro e fugiram do local. Ela foi detida momentos depois em um condomínio. Segundo a polícia, o acidente ocorreu na frente de um banco, no Bairro Cidade Verde. Letícia era a motorista do veículo, um Jeep Compass. Ainda conforme a polícia, eles fugiram do local ao atropelarem Francisco, que terminava de atravessar a avenida e tentava subir com o carrinho no canteiro. Uma testemunha viu a cena e seguiu o carro da médica, que entrou em um condomínio no Bairro Jardim Itália, em Cuiabá. A Polícia Civil informou que apenas Letícia foi localizada. O carro também foi apreendido. Ela foi autuada por omissão de socorro, homicídio culposo na direção de veículo e por conduzir o veículo sob efeito de álcool. A médica é proprietária de uma clínica particular, no Bairro Bosque da Saúde, e atua como dermatologista. Sem direito à fiança, Letícia será encaminhada para audiência de custódia no Fórum de Cuiabá.

 

Fonte:  G1

Um voo da Air China precisou ser desviado neste domingo (15), depois que um homem fez um membro da tripulação refém, ameaçando-o com uma caneta-tinteiro, anunciou a autoridade chinesa da Aviação Civil (CAAC). O avião com destino a Pequim decolou de Changsha, capital da província de Hunan, às 08h40 (21h40 de sábado no horário de Brasília). Mas finalmente pousou uma hora depois em Zhengzhou, capital da vizinha província de Henan. "O incidente foi resolvido às 13h17, passageiros e tripulação estão em segurança", indicou a CAAC em um comunicado, acrescentando que o homem utilizou uma caneta-tinteiro para ameaçar um membro da tripulação. Uma foto publicada pelo China News Service mostrava bombeiros e seus caminhões na parte externa do aeroporto de Zhengzhou. "Acho que alguém gritou e nos acordou. Todos estavam dormindo. Era o grito de uma mulher, ninguém sabia o que estava acontecendo", relatou um passageiro, de acordo com um vídeo da Tencent News e Beijing News. Ele indicou que a tripulação conseguiu manter a calma dos passageiros. As autoridades não divulgaram nenhuma informação sobre o motivo da agressão ou sobre o que aconteceu com o agressor.

 

Fonte:  G1

A Polícia Militar do Estado de São Paulo decidiu expulsar o soldado Adriell Rodrigues Alves da Costa, de 35 anos, da corporação. A decisão, publicada no Diário Oficial, acontece pouco mais de seis meses após o soldado acusar os oficiais do 39° Batalhão da Polícia Militar de 'perseguição, tortura e homofobia'. O agora ex-militar tornou-se conhecido a partir de um vídeo gravado por ele e compartilhado em uma rede social. "Se algo acontecer com a minha vida, com a minha integridade física, a responsabilidade é do comandante do batalhão, da Polícia Militar e do Estado, que nada fizeram para apurar as minhas denúncias", dizia. Seis meses depois da publicação do vídeo, o comando da PM decidiu expulsá-lo por ter cometido "transgressão disciplinar de natureza grave". Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Costa agrediu uma equipe de saúde e outros policiais durante uma avaliação clínica marcada a ele pela corporação durante apuração dos fatos. O ex-militar, que é formado em odontologia, ficou indignado com a decisão. "Fiquei dentro da minha casa esperando atendimento médico durante oito dias. Eu ia entrar em deserção. Me convenceram a ir dizendo que eu ia para São Paulo. Era mentira". Ele, que acabou preso por 34 dias, diz ser vítima de um crime "forjado" pelo comando. Adriell também alega que a corporação nunca aceitou os atestados que apresentava. "Eles me faziam trabalhar engessado e medicado, pois meus laudos não valiam". O salário dele foi suspenso em novembro de 2017. "A cúpula da instituição nomeou um sargento [para defendê-lo] que é subordinado aos tiranos que me perseguiram e torturaram". Soldado há 9 anos, Costa iniciou a carreira na polícia lotado no 24º Batalhão, em Diadema, sendo transferido depois para Mauá, cidades da Região Metropolitana de São Paulo. Em 2011, teve as mãos lesionadas após um atropelamento durante o trabalho, e desde então, passou a atuar em funções administrativas na corporação. Em 2016, após decidir morar no litoral paulista, Costa passou a atuar no 39º Batalhão, em São Vicente. Segundo ele, desde o início, havia sido considerado “peso morto” por ter ido para a unidade com restrições médicas, retiradas posteriormente pelo médico do 6º Comando do Policiamento do Interior, responsável por todo litoral. A situação física se agravou ao lado da psicológica, já que ele acusava o batalhão de persegui-lo em razão da orientação sexual. "Eu escutei de um cabo que eu tinha que 'virar homem'. Ele me disse: 'Você não é homem. Você não está agindo como um homem'. Decididamente, um inferno começou na minha vida quando vim para a Baixada [Santista]", relatou, na época. Ainda na ocasião da divulgação do vídeo, a Secretaria de Segurança afirmou que estava prestando todo o apoio necessário ao policial.

 

Fonte: G1

Notícias mais lidas

Quem Somos

A Radio Nocaute tem como principal meta, tocar os sucessos mais antigos em sua programação, não deixando é claro de tocar os sucessos da atualidade. Nossa programação é feita com 60% de músicas antigas. Trabalhamos com muito carinho para oferecer uma programação diferenciada aos nossos ouvintes.
Saiba mais

 

Nossa Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades e promoções em seu e-mail!

Siga-nos pelo Facebook