Internacionais

Internacionais

A justiça da Argentina determinou nesta terça-feira (27) o indiciamento da ex-presidente Cristina Kirchner, que governou de 2007 a 2015, por formação de quadrilha e administração fraudulenta por supostas irregularidades na concessão de obras públicas durante seu mandato. O expediente, dirigido pelo juiz Julián Ercolini e que declarou Cristina como investigada em outubro, analisa um suposto esquema de "benefícios exclusivos" a favor do grupo Austral, do empresário Lázaro Báez - pessoa próxima ao falecido ex-presidente Néstor Kirchner e atualmente detido por outro caso de suspeita de lavagem de dinheiro -, em detrimento dos cofres do Estado. Ercolini ordenou, além disso, o bloqueio de 10 bilhões de pesos (R$ 209 milhões) de Cristina e o processamento, entre outros, de Báez, do ex-ministro de Planejamento Federal Julio de Vido e do ex-secretário de Obras Públicas José López. Em 29 de novembro, ela já havia se apresentado à Justiça para registrar as impressões digitais e realizar outros trâmites da investigação por irregularidades em operações do Banco Central durante seu governo.

 

 

Fonte: G1

Um homem contratado para fazer sexo com adolescentes e viúvas como parte de um ritual de "purificação sexual" foi considerado culpado nesta semana no Malaui. Eric Aniva é soropositivo e não dizia isso às famílias que contratavam seus "serviços". Ele foi condenado em uma corte do distrito de Nsanje, no sul do país, por manter relações sexuais desprotegidas com viúvas que tinham acabado de perder os maridos. Considerada uma "limpeza", a prática foi proibida no Malaui há alguns anos. Um "hiena", como são chamados os homens pagos para garantir a "purificação sexual" feminina em vilarejos do Malaui, Aniva admitiu em entrevista à BBC, em julho, que fez sexo com mais de 100 mulheres e meninas sem revelar sua condição de HIV positivo. A reportagem levou o presidente do país, Peter Mutharika, a ordenar sua prisão. O presidente queria que Aniva fosse julgado por fazer sexo com menores de idade, mas nenhuma das adolescentes se apresentou para depor. Em vez disso, Aniva foi julgado por "prática cultural nociva", ato descrito na Lei de Igualdade de Gênero do Malaui, que pune as relações sexuais com viúvas recentes para fins de "purificação". Duas mulheres testemunharam contra ele. O "hiena" receberá a sentença em 22 de novembro. A pena mais provável é de cinco anos de prisão. Uma assistente social do distrito de Nsanje, onde vive Aniva, disse que a maioria dos moradores era contra o julgamento, por considerarem o "trabalho" dele como parte de uma tradição. Aniva foi tema de uma reportagem da BBC sobre práticas de limpeza sexual no Malaui. Depois da publicação, o caso atraiu atenção da imprensa internacional. O ritual Em algumas regiões remotas no sul do país, é comum que os pais de meninas paguem por sexo com um homem quando elas chegam à puberdade. A prática não é vista pelos mais velhos como estupro, mas como um ritual de "limpeza". Depois de sua primeira menstruação, as meninas são obrigadas a manter relações sexuais durante três dias para marcar a passagem da infância à vida adulta. Caso se oponham, acredita-se que uma doença ou alguma tragédia fatal possa atingir as suas famílias ou até a comunidade toda. Aniva é um dos mais conhecidos "hienas" da região. "Muitas das pessoas com quem fiz sexo são meninas em idade escolar", ele disse à BBC. "Algumas meninas têm 12 ou 13 anos, mas prefiro as mais velhas. Todas essas meninas sentem prazer comigo. Elas ficam orgulhosas e dizem a outras pessoas que sou homem com H, que sei como dar prazer a uma mulher". No entanto, muitas adolescentes que o repórter da BBC Ed Butler entrevistou no vilarejo de Aniva demonstraram aversão à prática. Uma jovem contou que todas as suas amigas tiveram que fazer sexo com um 'hiena'. "Tive de me submeter para o bem dos meus pais", disse uma delas, chamada Maria. "Se me recusasse, a minha família poderia ser vítima de doenças - e até morrer - então fiquei apavorada". Além de adolescentes e viúvas, os rituais também incluem mulheres que passaram por um aborto. Aniva posa com tubérculo que diz melhorar o seu desempenho sexual 'Aposentado' Em julho, Aniva disse ao repórter da BBC que tinha duas mulheres, as quais estavam cientes da sua profissão. Ele contou ter cinco filhos legítimos, mas não soube dizer quantas mulheres talvez tivesse engravidado. Aniva relatou também que era um dos dez "hienas" da comunidade, e que todo vilarejo do distrito de Nsanje tem um. Os homens recebem de US$ 4 a U$ 7 (R$ 17,20 a R$ 23,10) pelo "serviço". A tradição diz que não se pode usar proteção durante a relação sexual com um "hiena". As meninas acreditam que, por ser escolhido em razão de suas boas maneiras, o homem estaria imune ao vírus HIV, que transmite a Aids. Obviamente, o HIV ameaça essas comunidades. Segundo a ONU, um em cada dez malauianos é infectado pelo vírus. Quando disse à BBC que era soropositivo, Aniva logo mudou o tom, descreveu então o repórter Ed Butler. Em vez de se vangloriar, disse que andava fazendo menos "purificações". "Ainda faço alguns rituais aqui e ali", afirmou. "Estou me aposentando". 

 

 

Fonte: G1

Donald Trump cumprirá com sua promessa de deportar milhões de imigrantes sem documentos dos Estados Unidos, afirmou o presidente eleito em uma entrevista que será transmitida neste domingo (13) no programa "60 Minutes" da rede "CBS". Segundo Trump, até 3 milhões de pessoas serão deportadas depois que ele assumir o cargo. Em outro trecho da entrevista, Trump falou de sua proposta de construir um muro na fronteira com o México. Ele afirmou que algumas áreas da prometida divisão poderão ser erguidas usando cercas. 11 milhões de imigrantes ilegais Durante a campanha à presidência dos EUA, Trump prometeu banir os muçulmanos e expulsar todos os imigrantes ilegais que já estão nos EUA, cerca de 11 milhões de pessoas, afirmando que aqueles que comprovarem ser "boas pessoas" serão aceitos de volta de forma legal. "O que iremos fazer é pegar essa gente que é criminosa e tem fichas criminais, membros de gangues, traficantes, que totalizam 2, talvez 3 milhões. E vamos tirá-los do país ou fazer com que sejam presos", declarou Trump em um trecho veiculado da entrevista à "CBS". O presidente eleito dos EUA também afirmou que "depois que a fronteira estiver segura", oficiais da imigração irão fazer uma determinação sobre as pessoas que são "fantásticas". Muro na fronteira Outra proposta polêmica de Trump foi a defesa da construção de um muro na fronteira com o México para impedir a entrada de imigrantes nos EUA. No dia em que apresentou sua candidatura, ele disse: "Quando o México manda gente para os EUA, eles não estão mandando os melhores... Eles estão mandando pessoas que têm muitos problemas e estão trazendo esses problemas para nós. Eles estão trazendo drogas, estão trazendo crime, estão trazendo estupradores, e, alguns, presumo, são boas pessoas". Na entrevista à "CBS", Trump comentou que aceitaria usar cercas ao invés de muro "em algumas áreas", mas que em outras "um muro é mais apropriado. Sou muito bom nisso. Chama-se construção. Pode haver algumas cercas". Outras propostas feitas pelo republicano foram o fim do "Obamacare" (programa de saúde criado por Obama), o aumento dos impostos de empresas que deixarem o país e a ampliação dos poderes dos donos de armas que querem se defender.

 

Fonte: G1

A explosão de um carro-bomba deixou oito mortos e mais de 100 feridos nesta sexta-feira (4), em Diarbaquir, a capital das zonas curdas da Turquia. As autoridades atribuíram o ataque à guerrilha do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). A ação aconteceu horas depois que as autoridades detiveram ao menos 12 parlamentares em um inquérito sobre terrorismo, de acordo com a Associated Press (AP). Entre os detidos estão Selahattin Demirtas e Figen Yüksekdag, que dirigem juntos o Partido Democrático dos Povos (HDP). As prisões fazem parte dos expurgos lançados pelo governo desde o golpe de Estado frustrado de julho e que atinge em cheio os setores pró-curdos.A explosão aconteceu cerca de 200 metros de uma prisão e de uma delegacia de polícia e afetou vários carros e casas em uma área de um quilômetro quadrado, segundo o gabinete do governador de Diarbaquir, informou a agência Efe. O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, afirmou que entre os mortos estão policiais e civis. Entre os feridos, sete permaneceram internados, segundo a AP. A detenção dos líderes curdos aumenta preocupações entre aliados do Ocidente sobre uma repressão mais profunda contra dissidentes do presidente Tayyip Erdogan, segundo a Reuters. As prisões, que gerou condenação imediata da União Europeia. A chefe de política externa da UE, Federica Mogherini, disse em publicação no Twitter que está "extremamente preocupada" com as prisões e disse ter convocado encontro com embaixadores da UE em Ancara. Berlim anunciou, por sua vez, que convocou o encarregado de negócios turco, segundo a France Presse.

 

 

 

Fonte: G1

Túmulo de Jesus é aberto pela primeira vez em pelo menos dois séculos Por Gali TIBBON Por Gali TIBBON30 de outubro de 2016 Ver as imagens Especialistas trabalham em restauração do túmulo Mais Cientistas abriram pela primeira vez em pelo menos dois séculos o local considerado pelos cristãos como sendo o túmulo de Jesus na Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém. A placa de mármore que cobre o túmulo foi retirada por três dias como parte de obras de restauração, constatou um fotógrafo da AFP. Esta é a primeira vez que a lápide é retirada desde pelo menos 1810, durante obras de restauração realizadas após um incêndio, informou o padre Samuel Aghovan, superior da igreja armênia. "É emocionante porque é algo que estamos falando há séculos", disse o clérigo. De acordo com a tradição cristã, o corpo de Jesus foi colocado em uma cama funeral escavada na rocha após sua crucificação pelos romanos no ano 30 ou 33. Os cristãos acreditam que Cristo ressuscitou e que mulheres que vieram ungir seu corpo três dias depois de seu funeral disseram que o corpo havia sumido. A operação atual deve permitir realizar análises de materiais e estruturas, informaram especialistas à AFP. Segundo a revista National Geographic, que dedicou um artigo aos trabalhos de restauração, "a retirada da lápide vai dar aos pesquisadores uma ocasião única para estudar a superfície do que é considerado o local mais sagrado para o cristianismo". O projeto de restauração começou em maio. O túmulo está localizado em uma pequena estrutura que foi reconstruída em mármore depois de um incêndio. É apoiado por uma estrutura de metal, que mantém os blocos de mármore unidos. Mas eles acabam por se afastar sob a influência do tempo e atualmente do fluxo diário de milhares de peregrinos e turistas. O trabalho de restauração será financiado pelas três principais denominações cristãs do Santo Sepulcro (ortodoxa grega, franciscanos, armênios) e por contribuições públicas e privadas. Esta restauração está prevista para durar oito meses para ser concluída em 2017, e é realizada por especialistas gregos com o apoio da National Geographic Society.

 

 

 

Fonte: Yahoo

Página 3 de 5

Notícias mais lidas

Quem Somos

A Radio Nocaute tem como principal meta, tocar os sucessos mais antigos em sua programação, não deixando é claro de tocar os sucessos da atualidade. Nossa programação é feita com 60% de músicas antigas. Trabalhamos com muito carinho para oferecer uma programação diferenciada aos nossos ouvintes.
Saiba mais

 

Nossa Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades e promoções em seu e-mail!

Siga-nos pelo Facebook