Internacionais

Internacionais

O líder cubano Fidel Castro apareceu neste sábado (13) com seu irmão Raúl e o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, por ocasião de seu aniversário de 90 anos, segundo imagens transmitidas ao vivo pela televisão local. Vestido com uma jaqueta esportiva branca, Fidel foi visto sentado com Maduro e ao lado de Raúl, em um evento organizado pela companhia de teatro infantil "La Colmenita", no teatro Karl Marx, em Havana. Antes disso, Fidel havia publicado o artigo "El Cumpleaños" ("O Aniversário"), divulgado pela imprensa estatal da ilha, onde se referiu à histórica rivalidade com os Estados Unidos e criticou presidente Barack Obama pela falta de "altura" em seu discurso durante a visita realizada ao Japão em maio. "Lhe faltaram palavras para desculpar-se pela matança de centenas de milhares de pessoas em Hiroshima, apesar de conhecer os efeitos da bomba (nuclear)", disse o líder da Revolução cubana, que deixou o poder há uma década por uma crise de saúde. Em seu texto, também agradeceu as felicitações por seu aniversário, e repassou passagens de sua infância e da revolução que comandou há 57 anos. A data foi amplamente celebrada pelo regime, apesar de o próprio Fidel, ao longo de sua trajetória, já ter dito ser contra o culto à sua imagem -- uma de suas primeiras proibições após o triunfo da revolução foi determinar que não haveria estátuas suas, nem ruas com seu nome. Não há um evento oficial de aniversário previsto, mas, desde o início do ano, o governo cubano tem organizado homenagens que vão de exposições fotográficas a documentários. Também foram publicados livros de seus discursos, foram feitos shows e foi lançado um vídeo musical, como informa reportagem do jornal americano "Nuevo Herald”. A revista cubana “Bohemia” vai dedicar uma edição inteira a Fidel e o site Cubadebate criou uma página para relembrar seu trabalho. O programa da TV cubana Mesa Redonda dedicou uma de suas recentes edições a uma conversa sobre a "lendária capacidade de Fidel de prever o futuro". Além disso, adesivos com o slogan oficial das celebrações, "Fidel, 90 y más "(Fidel, 90 e mais) estão por toda parte.

 

 

 

Fonte: G1

Autoridades do estado do Texas, nos Estados Unidos, confirmaram que 16 pessoas morreram depois que um balão de ar quente pegou fogo e caiu na região central do estado na manhã deste sábado (30). O xerife Daniel Law, do Condado de Caldwell, afirmou que a delegacia recebeu uma chamada de emergência na manhã deste sábado sobre a possibilidade de um acidente de carro. Policiais encontraram um incêndio em uma estrada e a cesta do balão. Segundo o Departamento de Segurança Pública do Texas, 16 pessoas morreram no acidente. Investigadores estão determinando a identidade das vítimas neste momento. Lynn Lunsford, da Administração Federal de Aviação (FAA) dos EUA disse em um comunicado que o acidente ocorreu pouco depois das 7h40 do horário local perto da cidade de Lockhart, no Texas, segundo a Associated Press. O balão caiu sobre um pasto. O acidente ainda está sendo investigado. O governador do Texas, Greg Abbott, divulgou uma declaração oferecendo suas condolências a todos os afetados pela tragédia. "Nossos pensamentos e orações estão com as vítimas e suas famílias, assim como a comunidade de Lockhart. A investigação sobre a causa deste trágico acidente continuará, e eu peço para todo o Texas se juntar a nós nas orações por aqueles que se foram."

 

 

Fonte: G1

O Partido Democrata vota nesta terça-feira (26) a indicação de Hillary Clinton como candidata à presidência dos Estados Unidos. O ex-presidente dos EUA e marido de Hillary, Bill Clinton, é um dos oradores mais esperados para o segundo dia da Convenção Nacional Democrata. Bill Clinton é considerado uma referência fundamental para os democratas e deverá levar muito peso à candidatura da esposa. Hillary já tem o número suficiente de delegados para garantir a vitória na votação que será realizada no Wells Fargo Center da Filadélfia. Dessa forma, deverá ser a primeira mulher indicada formalmente como candidata presidencial, tendo como vice o senador Tim Kaine. Começo difícil No primeiro dia da Convenção, o pequeno estádio Wells Fargo Center foi palco de um ensurdecedor duelo entre os seguidores de Hillary e os do senador Bernie Sanders. Quando a pastora Cynthia Hale, convocada para as orações de abertura dos trabalhos, pronunciou o nome de Hillary, foram claras as vaias seguidas de um intenso coro "Bernie, Bernie". Os delegados da ex-secretária de Estado fizeram sua parte e devolveram com um igualmente estrondoso "Hillary, Hillary". O partido chegou à Convenção Nacional profundamente dividido e em crise, após o escândalo pelo vazamento de e-mails da direção do partido durante as prévias. A secretária do Comitê Nacional Democrata e prefeita da cidade de Baltimore, Stephania Rawlings Blake, encarregou-se de abrir os trabalhos da convenção, já que a presidente do partido, a representante Debbie Wasserman Schultz (Flórida), renunciou no domingo. Instantes depois do início da convenção, o Comitê Nacional do Partido Democrata pediu desculpas a Sanders por comentários sobre sua campanha. Na sexta-feira, o vazamento na plataforma WikiLeaks de quase 20.000 e-mails privados de lideranças do partido mostrou como beneficiaram a campanha de Hillary Clinton e até discutiram formas de prejudicar Sanders. "Em nome de todos os integrantes do Comitê Nacional, queremos apresentar nosso profundo e sincero pedido de desculpas ao senador Sanders, a seus seguidores e a todo o Partido Democrata, pelos imperdoáveis comentários feitos nos e-mails", diz o comunicado. De acordo com a nota, o partido "não tolera, nem vai tolerar linguagem desrespeitosa" com os candidatos. Durante as prévias eleitorais, Sanders, que se autointitula um socialista democrático, protagonizou uma disputa inesperadamente apertada com a ex-primeira-dama, estimulando eleitores jovens e liberais com seus clamores para conter Wall Street e erradicar a desigualdade de renda. Pessoas ligadas a Hillary Clinton sugeriu que os hackers russos, que teriam roubado as mensagens, fizeram isso "para ajudar Donald Trump". O FBI (a Polícia Federal americana) anunciou que "está trabalhando para determinar a natureza e o alcance" do ciberataque dos servidores de e-mail do Comitê Nacional Democrata.

 

Fonte:  G1

Explosões durante um protesto pacífico deixaram ao menos 80 mortos e 231 feridos em Cabul, capital do Afeganistão, na manhã deste sábado (23), de acordo com o último balanço que foi divulgado pelo ministro do interior, segundo Associated Press. O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou a autoria do atentado. "Dois combatentes do EI detonaram seus cinturões explosivos em uma concentração no xiita no bairroo Dehmazang" da capital afegão, indicou o grupo terrorista através de sua agência de notícias Amaq. O protesto da minoria xiita dos hazara contra a construção de uma usina de energia acontecia perto do Parlamento afegão e da Universidade de Cabul. O número de vítimas ainda está em progressão. O ataque ocorreu cerca de três semanas após um homem-bomba matar dezenas de pessoas em um ataque contra cadetes recém-formados da polícia, reivindicado pelo Talibã. Esse atentado foi o último registrado em uma onda de sequestros e bombas no Afeganistão, que tem espalhado a sensação de insegurança. A instabilidade no país tem aumentado desde o fim da missão militar da Otan em dezembro de 2014. Em nota, o governo brasileiro diz que recebeu "com consternação a notícia de mais um atentado em Cabul, na manhã de hoje, reivindicado pelo Estado Islâmico, durante uma manifestação pacífica, e que teria feito mais de 80 mortos" O Itamaraty também declarou que "condena nos termos mais veementes este ato de barbárie e expressa sua solidariedade às famílias das vítimas, ao povo e ao governo afegãos" e que "apoia firmemente os esforços do governo do Afeganistão no sentido de conter atos de violência sectária".

 

Fonte: G1

Cientistas suíços descobriram que uma substância derivada da romã tem propriedades potenciais antienvelhecimento, elevando a reputação da fruta como superalimento e estimulando os planos de desenvolvimento por uma empresa de biotecnologia local. Pesquisadores da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL) relataram na revista "Nature Medicine" nesta segunda-feira (11) que dar a camundongos a substância urolithin A aumenta, em média, 42% a resistência para correr dos animais. Urolithin A é produzida no corpo quando os compostos conhecidos como elagitaninos, que são encontrados em romãs, são decompostos por bactérias no intestino. A equipe da EPFL está trabalhando com a empresa de biotecnologia Amazentis para desenvolver um suplemento nutricional que pode aumentar a força muscular e resistência durante o envelhecimento, com os resultados de um primeiro estudo clínico em humanos esperados para o próximo ano. "Acreditamos que nossa pesquisa, descobrindo os benefícios de saúde de urolithin A, é uma promessa para reverter o envelhecimento muscular", disse Patrick Aebischer, presidente EPFL e co-fundador da Amazentis. "É uma substância completamente natural, e seu efeito é poderoso e mensurável." 

 

 

Fonte:  G1

Página 5 de 6

Notícias mais lidas

Quem Somos

A Radio Nocaute tem como principal meta, tocar os sucessos mais antigos em sua programação, não deixando é claro de tocar os sucessos da atualidade. Nossa programação é feita com 60% de músicas antigas. Trabalhamos com muito carinho para oferecer uma programação diferenciada aos nossos ouvintes.
Saiba mais

 

Nossa Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades e promoções em seu e-mail!

Siga-nos pelo Facebook