• Whatsapp:
  • (33)9.9913-6056

Portuguese English Spanish
  • 1

    1

  • 2

    2

  • 3

    3

Incêndio em prédio deixa mais de 80 mortos e feridos em Taiwan

Um incêndio em um prédio na cidade de Kaohsiung, no sul de Taiwan, deixou mais de 80 mortos e feridos, informaram autoridades locais nesta quinta-feira (14). "O incêndio deixou 46 mortes e 41 feridos", disse o Corpo de Bombeiros de Kaohsiung em um comunicado enviado à imprensa. O incêndio começou em prédio de 40 anos no distrito de Yancheng na madrugada e foi extinto ao amanhecer. O prefeito de Kaohsiung, Chen Chi-mai, disse que o prédio já abrigou restaurantes, salas de karaokê e um cinema, mas atualmente estava parcialmente abandonado. O governo está investigando as causas do incêndio, inclusive se foi um ato criminoso.

 

Fonte: G1

Ator do Teatro Bolshoi de Moscou morre no palco após acidente

O ator Yevgeny Kulesh, de 37 anos, membro do lendário Teatro Bolshoi da Rússia morreu no palco neste sábado (9). Ele foi atingido pelo cenário durante uma apresentação de uma ópera, informou a companhia de Moscou. O teatro explicou que o acidente ocorreu durante uma mudança de cenário da peça Sadkó, uma ópera do século XIX do compositor russo Nikolai Rimsky-Korsakov. "A apresentação foi interrompida imediatamente e o público foi convidado a se retirar", declarou a assessoria de imprensa do teatro à agência de notícias Interfax. O Comitê de Investigação de Moscou informou em um comunicado que está investigando a morte do ator. O texto indica que a vítima sofreu diversos ferimentos e morreu antes da chegada de uma ambulância. Em 2013, um violinista veterano também morreu no prestigioso teatro depois de cair no fosso da orquestra.

 

Fonte: G1

Golpe de Estado em Guiné: soldados afirmam que governo e Constituição estão destituídos, mas Ministério da Defesa nega

Soldados que participaram de um levante em Conaky, capital da Guiné, neste domingo (5) afirmaram em uma transmissão em vídeo que eles dissolveram o governo e que a Constituição do país não é mais válida. O Ministério da Defesa, no entanto, afirma que o ataque ao palácio presidencial, que foi feito por soldados amotinados, foi derrotado. Houve troca de tiros perto do palácio presidencial em Conakry. Fontes da agência Reuters afirmam que uma unidade de elite do exército, liderada por Mamady Doumbouya, ex-legionário francês, era a responsável pelos ataques. Segundo a agência Reuters, um soldado envolvido em uma bandeira da Guiné, com oito outros militares ao fundo, afirmou em uma transmissão que eles pretendiam formar um governo de transição e que darão mais detalhes no futuro. Na internet, há vídeos do presidente Alpha Conde cercado de soldados (a agência Reuters não conseguiu confirmar se os vídeos são legítimos). O Ministério da Defesa disse que a tentativa de insurgência foi reprimida. "A guarda presidencial, apoiada pelas forças de defesa e segurança leais e republicanas, conteve a ameaça e repeliu o grupo de agressores", afirmou o ministério em nota. "As operações de segurança e controle continuam para restaurar a ordem e a paz." Vídeos compartilhados nas redes sociais mostraram veículos militares patrulhando as ruas de Conkary. Uma pessoa que trabalha no exército disse que a única ponte que liga o continente ao bairro de Kaloum, que abriga o palácio e a maioria dos ministérios do governo, foi fechada. Muitos soldados, alguns fortemente armados, foram para o lado de fora do palácio, acrescentou a fonte.

 

Fonte: G1

Deslizamento de terra deixa desaparecidos no Japão

Um deslizamento de terra provocado por chuvas torrenciais no Japão soterrou várias casas na região de Shizuoka neste sábado (3). Dezenove pessoas estão desaparecidas. A avalanche de lama atingiu principalmente a cidade costeira de Atami. "O paradeiro de 19 pessoas é desconhecido" após o deslizamento, disse um funcionário da prefeitura de Shizuoka. O governo local solicitou ajuda militar para missões de resgate, acrescentou. O deslizamento ocorreu às 10h30 de sábado, segundo um funcionário municipal de Atami, que acrescentou que "várias casas foram varridas" e cerca de 200 continuam sem eletricidade. Atami, localizada na região rural de Shizuoka, fica a cerca de 90 km da capital, Tóquio.

Prédio desaba durante demolição e deixa mortos na Coreia do Sul

Ao menos nove pessoas morreram e oito ficaram feridas após um prédio de cinco andares desabar repentinamente nesta quarta-feira (9) na Coreia do Sul. O edifício estava no meio de um processo de demolição em uma avenida movimentada de Gwangju, a cerca de 270 km a sudoeste da capital Seul, segundo autoridades locais. A Coreia do Sul ficou conhecida no passado por um histórico ruim de segurança em termos de infraestrutura. O colapso de uma loja de departamentos em 1995 matou mais de 500 pessoas, e o colapso de uma ponte em 1994 deixou 49 mortos. Mas o país tem tentado melhorar seu histórico de segurança nos últimos anos.

38 Morrem pisoteados após tumulto em festival religioso em Israel

Um tumulto em um festival religioso em Israel deixou mortos nesta sexta-feira (30) (horário local), informaram veículos de imprensa israelenses. Jornais do país como o "Haaretz" e o "The Times of Israel", citando fontes médicas oficiais, falam em 38 vítimas. Cerca de 100 mil pessoas participavam da celebração Lag B'Omer — a maioria, judeus da linha ortodoxa — no maior evento desde o controle da pandemia do coronavírus em Israel (saiba mais no fim da reportagem). As primeiras informações diziam que uma arquibancada de metal desabou, mas órgãos de saúde israelenses informaram que as vítimas morreram pisoteadas após um tumulto. Nas redes sociais, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu lamentou a tragédia, que classificou como um "pesado desastre".

 

Fonte: G1

 

Ataque no Colorado: atirador mata pelo menos 10 pessoas em supermercado de Boulder, nos EUA

Um atirador matou pelo menos dez pessoas, incluindo um policial, em um supermercado na cidade de Boulder, no Estado do Colorado (EUA), segundo autoridades locais. O tiroteio no mercado King Soopers começou por volta de 14h30 no horário local e, com a chegada da polícia, confrontos e tentativas de negociação se estenderam por horas. O ataque terminou com o que pareceu ser um suspeito sem camisa levado por policiais para fora do estabelecimento. Testemunhas transmitiram o tiroteio ao vivo em redes como o YouTube. A polícia só forneceu detalhes sobre o policial morto no confronto com o atirador. Cerca de 20 minutos após o início do ataque, a polícia de Boulder tuitou que havia um "atirador em ação no King Soopers." Duas horas depois, a polícia publicou uma nova mensagem pedindo que moradores evitassem a região. "NÃO transmita nas redes sociais nenhuma informação tática que você possa testemunhar", acrescentou o tuíte. No entanto, parte do ocorrido foi capturado pela câmera de uma pessoa que estava no local e filmou vítimas. "Não sei o que está acontecendo... Escutei tiros, alguém caiu", grita o homem, ao som de tiros enquanto corre para fora da loja. O vídeo continua e mostra a polícia chegando e cercando o mercado.

 

 

Fonte:  Terra

EUA aplicam 100 milhões de doses de vacina e batem meta de Biden com 6 semanas de antecedência

Quando assumiu a presidência dos Estados Unidos, em 20 de janeiro deste ano, Joe Biden tinha uma meta ambiciosa: aplicar 100 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 nos primeiros 100 dias de mandato. Para isso, seria necessário vacinar 1 milhão de pessoas por dia até 30 de abril, muito acima do ritmo de vacinação que ocorria até então. Atualmente aplicando 2,5 milhões de doses diárias, Biden agora já cogita dobrar o objetivo e falou em chegar às 200 milhões em seu 100º dia de mandato. “Podemos conseguir dobrar”, disse ele a repórteres antes de deixar a Casa Branca para viajar à Atlanta. Oficialmente, porém, ele deve estabelecer um novo objetivo oficial na próxima semana. Segundo a agência Associated Press, o país está a caminho de ter o suficiente das três vacinas atualmente autorizadas para cobrir toda sua população adulta em apenas 10 semanas a partir de agora. Ainda de acordo com o CDC, 75.495.716 pessoas já receberam ao menos uma dose de alguma das vacinas, e 40.981.464 foram completamente imunizados com as duas doses. Os EUA iniciaram sua campanha de vacinação no dia 14 de dezembro e aplicaram 16,53 milhões de doses até a posse de Biden, o que dava uma média de 435 mil vacinas administradas por dia.

 

Fonte: G1

Ex-presidente boliviana Jeanine Áñez é presa

A ex-presidente boliviana Jeanine Áñez foi detida presa na madrugada deste sábado (13), informou o ministro de governo, Carlos Eduardo del Castillo, em uma rede social. Ela é investigada por envolvimento na derrubada de Evo Morales em 2019. O Ministério Público boliviano ordenou a prisão da ex-presidente Jeanine Áñez e cinco de seus ex-ministros. O ex-ministro da Energia, Rodrigo Guzmán, já foi preso em Trinidad. Os outros ministros buscados pelo MP são Arturo Murillo, Yerko Núñez, Luis Fernando López e Álvaro Coimbra. Eles são investigados por envolvimento na derrubada do governo de Evo Morales em 2019. A acusação do MP, segundo documentos que circulam em redes sociais e identificados pelo jornal local "La Razón", inclui terrorismo, traição e conspiração. As autoridades não informaram onde a ex-presidente foi detida. Por meio de sua conta no Twitter, a ex-presidente Áñez disse que “a perseguição política já começou". A ordem de prisão inclui ainda ex-membros do alto comando militar boliviano em 2019, entre eles o almirante Palmiro Jarjuri, ex-comandante da Marinha; Jorge Gonzalo Terceros, ex-comandante da Força Aérea, o general Gonzalo Mendieta, ex-comandante do Exército; além do general Jorge Gonzalo Terceros, da Força Aérea Boliviana. O ex-presidente Carlos Mesa, opositor ao governo de Luis Arce, disse que a Bolívia está "em um processo de perseguição política pior que nas ditaduras". "Age-se contra aqueles que defenderam a democracia e a liberdade em 2019. O poder judicial e o Ministério Público 'massistas' (apoiadores do MAS) são o martelo executor. Os autores da fraude se anistiam e fingem ser vítimas", acrescentou.

 

Fonte:  G1

Terremoto na Indonésia deixa mortos

Um terremoto de magnitude 6,2 atingiu nesta sexta-feira (15) (horário local) a ilha de Sulawesi, na Indonésia. Segundo o governo local, ao menos 35 pessoas morreram e outras dezenas ficaram feridas. De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), que monitora a atividade sísmica pelo mundo, o epicentro do tremor estava a 18,4 quilômetros de profundidade e a apenas 6 km da cidade de Majene. Milhares de pessoas tiveram de deixar suas casas após o tremor. A agência meteorológica do país fez alerta para o risco de tremores secundários, fortes o suficiente para produzirem um tsunami. Ainda segundo o governo indonésio, dezenas de casas, dois hotéis e um prédio público que abriga o escritório do governador ficaram severamente danificados com os tremores. A Indonésia fica na região conhecida como Círculo de Fogo do Pacífico, com intensa atividade sísmica devido ao encontro entre placas tectônicas. Terremotos e vulcões são comuns na área, e frequentemente países com litoral no Pacífico sofrem com os efeitos de fenômenos do tipo.

 

Fonte: G1

Pagina 1 de 3

Please publish modules in offcanvas position.