• Whatsapp:
  • (33)9.9913-6056

Portuguese English Spanish
  • 1

    1

  • 2

    2

  • 3

    3

Vídeo mostra corpos de pacientes com suspeita de Covid-19 ao lado de internados em hospital do AM

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra que 14 corpos de pacientes com suspeita do novo coronavírus estão posicionados ao lado de pacientes internados no Hospital Pronto Socorro João Lúcio, na Zona Leste de Manaus. A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) informou, por meio de nota, que apenas cinco corpos já haviam sido liberados até as 17h desta quinta-feira (16). No Amazonas, o número de casos confirmados da Covid-19 chegou a 1.719, nesta quinta-feira, com 124 mortes. O estado tem um dos maiores coeficientes de incidência do novo coronavírus por milhão de habitantes do País. O vídeo mostra que os corpos estão na Sala Rosa da unidade, local destinado ao atendimento de pacientes com a Covid-19. No local, há pacientes internados. As imagens começaram a circular na noite dessa quarta-feira (15). Procurada sobre a situação, a Susam informou que os 14 óbitos ocorridos no Hospital João Lúcio, entre a noite de ontem e o início da manhã desta quinta-feira (16/04), foram de pacientes suspeitos de Covid-19. Até a publicação desta matéria, conforme a Susam, nove permaneciam no local aguardando os familiares com as declarações de óbito. Com a capacidade máxima operacional atingida no Hospital Delphina Aziz, o Governo do Amazonas informou que os pacientes que tiverem necessidade de atendimento e chegarem à unidade com suspeita de Covid-19 deverão ser remanejados pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) para outras unidades de saúde da rede pública. De sobreaviso ficam as chamadas "salas rosas", instaladas nos pronto-socorros, em nove postos de Serviços de Pronto-Atendimento e duas Unidades de Pronto-atendimento da capital. Elas têm leitos clínicos e de estabilização com respiradores, caso o paciente necessite de intervenção enquanto aguarda a transferência para o hospital de referência. A Susam informou, ainda, que o Hospital João Lúcio tem recebido pacientes suspeitos de Covid-19 até que seja ampliado o número de leitos do Hospital Delphina Aziz e o Hospital da Nilton Lins entre em operação. Com a capacidade ampliada do Delphina e o reforço dos leitos do hospital de retaguarda, o HPS João Lúcio ficará exclusivo para o atendimento de urgência e emergência para suporte da rede. Desses pacientes, oito tinham idade acima de 60 anos, seis tinham comorbidades serveras, todos foram admitidos no hospital em estado grave, sendo cinco nas últimas 24 horas. Todos os pacientes receberam assistência adequada e manejo clínico de acordo com as suas necessidades, medicação e oxigênio.

 

Fonte: G1

Mídia

Please publish modules in offcanvas position.