• Whatsapp:
  • (33)9.9913-6056

Portuguese English Spanish
  • 1

    1

  • 2

    2

  • 3

    3

A Defesa Civil Estadual informou nesta sexta-feira (31) que monitora a região do Norte e Vale do Itajaí pelo risco de estragos ao longo do dia com a previsão de mais chuva. Desde quinta-feira (30), pelo menos 34 cidades tiveram danos. Há escolas públ

A Defesa Civil Estadual informou nesta sexta-feira (31) que monitora a região do Norte e Vale do Itajaí pelo risco de estragos ao longo do dia com a previsão de mais chuva. Desde quinta-feira (30), pelo menos 34 cidades tiveram danos. Há escolas públicas sem aulas, os níveis dos rios estão elevados e o solo encharcado preocupa municípios. O número de desalojados e desabrigados ainda é contabilizado pelo estado. De acordo com o diretor de Gestão de Desastres da Defesa Civil, Sandro Nunes, a cidade que mais requer atenção nesta sexta é Rio do Sul, no Vale do Itajaí, pelo risco de inundação. "Por lá já há abrigos aberto e o Rio Itajaí- Açu está subindo. Também já estamos encaminhando kits humanitários e convidando pessoas a se deslocarem para locais seguros", explicou Nunes. A chuva afeta desde a última semana Santa Catarina. O Sul e Oeste do estado seguem trabalhando em reconstrução e atendimento a vítimas. No entanto, segundo a Defesa Civil Estadual, a chuva não deve chegar a estas regiões com tanto volume. A cidades do Sul do estado foram afetadas na última quinta-feira (25) e nesta segunda-feira (28) emitiram decretos emergencias. Com previsão de mais precipitação, aulas foram canceladas preventivamente nesta quinta (31). Ainda na quinta, o Oeste catarinense teve três cidades com danos e três rodovias prejudicadas. A Defesa Civil Estadual emitiu cinco alertas e o órgão opera em estado de atenção em relação a possíveis transtornos entre quinta e a manhã desta sexta. Pela manhã, o risco era de deslizamentos em Meleiro, Caçador, Praia Grande, Antônio Carlos, Blumenau, Joinville, Benedito Novo e Timbó. Os maiores acumulados de chuva nas últimas 24 horas foram em Caçador (100 mm), Praia Grande (99 mm) e Rio do Oeste (97 mm).

 

Fonte: G1

Please publish modules in offcanvas position.