• Whatsapp:
  • 33. 9.9875-3842

Portuguese English Spanish
  • 1

    1

  • 2

    2

  • 3

    3

Quarta, 09 Agosto 2023 06:44

Tumor de 5 quilos é retirado do ovário de mulher em Juiz de Fora

Um tumor com quase 5 quilos foi retirado do ovário de uma mulher de 56 anos durante cirurgia de emergência em Juiz de Fora, na Zona da Mata, na última semana. A paciente, uma empregada doméstica de baixa escolaridade, disse que não procurou atendimento por medo de perder o emprego. Segundo o cirurgião responsável pelo procedimento, Bruno Aquino Marcelino, a mulher apresentou um aumento do volume abdominal em abril deste ano. Preocupados e sensibilizados com a situação, os patrões dela pediram que ela procurasse uma unidade de saúde e pagaram por uma tomografia. Ela foi atendida em um posto de saúde. Lá, de acordo com o cirurgião, o médico ficou “impressionado” com o tamanho do tumor e encaminhou a paciente para uma UPA, para internação. Na unidade, os médicos identificaram a necessidade de uma cirurgia de urgência e transferiram a mulher para o Instituto Oncológico 9 de Julho. Além do aumento da barriga, a mulher apresentava mal funcionamento do intestino, uma síndrome conhecida como abdome agudo obstrutivo. A cirurgia ocorreu sem complicações e o tumor foi retirado inteiro. A mulher recebeu alta e se recupera em casa em boas condições. No entanto, de acordo com o médico, após a recuperação ela vai passar por uma quimioterapia e por outra cirurgia para a retirada do ovário. O cirurgião explica que o câncer de ovário é uma doença que não apresenta sintomas, inicialmente. Somente quando a doença está em estado avançado é que a mulher começa a apresentar dor e aumento do volume abdominal, perda ou ganho de peso. Por isso, ele alerta que é importante que as mulheres façam uma consulta pelo menos uma vez ao ano com um ginecologista, preste atenção em qualquer alteração no corpo e procurem um diagnóstico o quanto antes.

Fonte: Hojeemdia
Sábado, 15 Julho 2023 12:54

Sargento atira em colega do Exército e é morto por policial em festa julina em Uberlândia

Um tiroteio matou duas pessoas e deixou outras três feridas durante uma festa julina promovida pelo Exército no Grêmio Recreativo de Subtenentes e Sargentos de Uberlândia (Gressu) na noite de sexta-feira (14). As duas vítimas, que eram militares, são: Sargento Stephanie da Silva Magalhães, de 26 anos; Sargento Isaque Frederico Silva Ferreira, de 32 anos, responsável por iniciar o tiroteio. A reportagem teve acesso ao boletim de ocorrência registrado sobre o caso. Segundo o documento, Isaque viu Stephanie na festa acompanhada do namorado dela. Testemunhas disseram que Isaque gostava dela, mas não tinha o sentimento correspondido. Com isso, ele atirou várias vezes no companheiro da jovem, que teve ferimentos graves. Depois, também disparou contra a sargento. Ainda conforme o boletim, Isaque continuou a atirar em Stefani mesmo com ela caída no chão. Em seguida, um policial penal que participava da festa atirou em Isaque para evitar que mais pessoas fossem atingidas. Em nota, o 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado de Uberlândia prestou condolências às famílias das vítimas e disse que instaurou um inquérito Policial Militar para apurar o ocorrido. O Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen), ligado à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) informou que o policial penal que atirou em Isaque estava de folga. O órgão afirmou ainda que "acompanha o desenrolar das investigações criminais por parte da Polícia Civil, e tomará as medidas administrativas cabíveis, dentro do processo legal".

 

Fonte: G1

Quarta, 07 Junho 2023 23:33

Pastor é preso suspeito de estuprar adolescentes de igreja evangélica

Um pastor identificado como Joilson da Silva de Freitas Santos, de 39 anos, foi preso nesta quarta-feira (7) suspeito de estuprar adolescentes frequentadores da Igreja Lagoinha, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Segundo a Polícia Civil, Joilson era responsável por cuidar da célula de crianças e adolescentes da instituição e era comum receber parte desses menores em casa, onde morava com a esposa e o filho recém-nascido. Em 1º de junho, um adolescente de 16 anos saiu do apartamento do suspeito e foi até a portaria pedir ajuda, contando que havia sido estuprado. A Polícia Militar foi acionada e todos foram encaminhados para a delegacia, onde um boletim de ocorrência foi registrado. Na sequência das investigações, a Polícia Civil teve contato com outras duas vítimas, uma de 16 anos e uma de 13 anos, que relataram a prática do estupro com detalhes. Com todo o material em mãos, o delegado responsável pediu a prisão de Joilson. Ele não tinha passagem pela polícia e trabalhava exclusivamente com a igreja. Em depoimento, a esposa do pastor contou aos policiais que chegou a ouvir algumas vezes os atos sexuais, mas que nunca disse nada, pois não tem ninguém e depende financeiramente do marido. Ainda segundo a investigação, o pastor levava os adolescentes para a casa dele e, no local, tinham conversas sobre sexo. Quando as vítimas começaram a consumir pornografia, ele as ameaçava dizendo que, se não houvesse troca de "favores sexuais", ele contaria aos pais e responsáveis que estavam assistindo a vídeos pornôs. Na casa de Joilson foi apreendido um colchão que era supostamente utilizado para as práticas criminosas, passaporte, celular, computador e tablet, que serão analisados. A polícia pretende ouvir mais testemunhas. O caso está sendo investigado pelo 5º Distrito Policial de Guarulhos.

 

Fonte: G1

Sexta, 02 Junho 2023 18:05

Invasão a banco deixa reféns, tem troca de tiros e carro incendiado no interior de SC

Seis assaltantes invadiram uma agência bancária em Timbó Grande, município de quase 8 mil habitantes do Oeste de Santa Catarina, na tarde desta sexta-feira (2). Segundo a Polícia Civil, três pessoas chegaram a ser feitas de reféns, mas foram liberadas pelos suspeitos. Até a última atualização desta reportagem, às 17h40, a ocorrência seguia em andamento. Um cerco foi montado na região para capturar os suspeitos, que estão "fortemente armados" e fugiram do local, segundo a Polícia Militar. O banco não divulgou se o grupo conseguiu roubar alguma quantia. A ação ocorreu em uma unidade do Banco do Brasil. Em nota, a estatal informou que a agência teve o atendimento suspenso após a ocorrência. "O BB colabora com as investigações das autoridades policiais e atua para normalizar o atendimento no menor prazo possível", destacou. Em imagens compartilhadas nas redes sociais, e confirmadas pela Polícia Militar, é possível ver um carro pegando fogo na frente da unidade bancária enquanto tiros são disparados nas proximidades. A dona de uma loja de roupas, que prefere não ter a identidade divulgada, relatou que tiros de arma de fogo atingiram o estabelecimento dela. Ela ainda não contabilizou quantos projéteis chegaram ao imóvel. Segundo a testemunha, ninguém ficou ferido no local. "Eu me recolhi e meus funcionários também. Não vi os criminosos, mas tiro teve bastante. Estamos nervosos, foi um susto", relatou. O município de Timbó Grande, no Oeste de Santa Catarina, está localizado a cerca de 405 km de Florianópolis. A distância considera o trajeto mais curto, que passa pelas rodovias BR-116 e BR-282.

 

Fonte: G1

Segunda, 29 Maio 2023 17:16

Avião flagrado com quase 300 kg de droga no aeroporto de Belém pertence a igreja

O avião flagrado com quase 300 quilos de skunk no aeroporto internacional de Belém pertence à Igreja Quadrangular do Pará. Ao g1, a igreja alegou que um prestador de serviço terceirizado acessou o avião sem permissão e desconhece a procedência das drogas. A Polícia Federal instaurou inquérito e investiga o caso

A apreensão ocorreu no sábado (27) no hangar de voos particulares do aeroporto. O avião da igreja estava no hangar quando foi alvo da Polícia Federal. Um homem foi preso ao ser visto pelos agentes federais na pista. Ele tentou fugir, mas foi alcançado e preso por tráfico interestadual de drogas.

 

No avião, a polícia encontrou o skunk, um tipo de maconha concentrada, dentro de caixas de papelão de ovos - veja no vídeo acima.

Até esta segunda-feira (29), a aeronave ainda não havia passado por perícia. A PF não confirmou a propriedade do avião, nem como recebeu denúncia sobre a droga. Segundo a Igreja Quadrangular, o homem preso seria o prestador de serviço terceirizado. Ele teria limpado a aeronave no dia anterior. Ele "procurou o nosso piloto querendo fazer um voo para levar, segundo ele, algumas peças de trator para uma cidade do interior", disse a igreja em nota. Ainda conforme a igreja, na noite de sexta-feira (26), o homem teria acessado a aeronave, sem autorização do hangar e da igreja, e "colocou a carga". A igreja diz que não sabe da procedência das drogas e que só soube do teor do conteúdo colocado no avião após a ação da polícia. O avião da igreja tinha como destino Petrolina. O piloto foi liberado, segundo a PF, "pois não foi verificada participação dele no crime". A PF não informou a idade e identidade do preso, nem se ele já tinha passagens pelo mesmo crime ou outros detalhes sobre o caso. 

Segundo Paulo Bengtson, membro do conselho nacional e estadual da Igreja Quadrangular, o avião é usado há três anos pela igreja para transporte dos pastores pelo estado do Pará e também de pessoas doentes, quando necessário.

"É a primeira vez que algo semelhante a esse caso acontece. Aguardamos a conclusão dessa investigação, na certeza da punição de todos os envolvidos", disse Paulo. 

 

Fonte: G1

Segunda, 29 Maio 2023 10:03

Polícia prende 32 pessoas em operação contra grupo suspeito de aplicar o golpe dos nudes

A Polícia Civil prendeu, durante operação na manhã desta segunda-feira (29), 32 suspeitos de participar de uma organização criminosa que aplicou o golpe dos nudes em 12 estados brasileiros. As prisões ocorreram em 11 cidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina (saiba quais abaixo). O esquema foi tema do programa Linha Direta, da Rede Globo, na última quinta-feira (25). Foram cumpridos 11 mandados de prisão preventiva; 30 de prisão temporária; 33 de busca e apreensão; e 25 bloqueios de contas bancárias. 

Desde o começo da investigação policial, há quase um ano, pelo menos 140 pessoas foram presas só no Rio Grande do Sul. Os suspeitos atraiam empresários, médicos e até políticos. A investigação identificou 80 vítimas do golpe em todo o país. Só uma delas teria perdido mais de R$ 100 mil. O prejuízo total chega a R$ 5 milhões.

Pessoas que sofreram o golpe foram identificadas nos seguintes estados: Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. O crime consiste na extorsão de usuários de redes sociais, geralmente homens mais velhos, após o envio de fotos íntimas, na maioria das vezes por jovens mulheres. Depois da troca de mensagens, um suposto parente ou autoridade policial entra em contato dizendo que a jovem era, na verdade, menor de idade. Os golpistas, então, tentam extorquir dinheiro das vítimas para que elas não sejam expostas. Os criminosos chegavam a montar cenários para simular delegacias e filmar a encenação do momento em que seria feito o registro da ocorrência por pedofilia contra as vítimas de estelionato. Delegacias falsas da Polícia Civil foram descobertas em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A Polícia Civil descobriu, ainda, que uma adolescente de 17 anos foi aliciada pela organização criminosa. Ela se fotografava, recebia entre R$ 100 e R$ 200 por "pacote de imagens" e as fotografias eram usadas no esquema (abaixo, veja imagens de conversas obtidas pela polícia entre os estelionatários e uma vítima do golpe). Há suspeita do aliciamento de outras adolescentes e também de jovens de 18 ou 19 anos que se passavam por menores de idade. A organização criminosa é suspeita dos crimes de extorsãocorrupção de menorestráfico de drogaslavagem de dinheiro e porte ilegal de arma de fogo.

A Polícia Civil destaca que nenhum policial liga ou manda mensagens para a exigência de qualquer tipo de valor, para negociar cumprimento de mandados ou deixar de cumprir mandados de prisão. Caso esse tipo de situação aconteça, é orientado que seja feito o registro de um boletim de ocorrência em uma delegacia.

 

  • Disque denúncia – 08005102828
  • WhatsApp e Telegram - (51) 9 8444-0606

 

Fonte:  G1

Pagina 3 de 17